Logo Jornal Interação

O presidente da Câmara Municipal de Araxá, vereador Raphael Rios, dirigiu o Fórum Comunitário que tratou da construção de um trevo de acesso à Comunidade do Alto da Serra na MG 146, no KM 188, na região da cidade de Tapira. Diversas autoridades e empresários participaram da sessão em que puderam alertar sobre a importância da obra em benefício e pela garantia da segurança de todos que transitam na região.

 

O presidente da Câmara Municipal de Tapira, vereador Luiz Carlos Lira Júnior (Cacá), levantou informações sobre a situação da região do Alto da Serra onde, segundo ele, entre os anos de 2019 e 2021, foram registrados mais de sete acidentes graves. “A nossa economia está crescendo e, no mesmo ritmo que cresce, precisamos dar segurança a todos que transitam na região”.

 

A prefeita de Tapira, Maura Pontes, afirma que o município está aberto a propostas e conta com a parceria de todos. “Principalmente a nossa parte agrícola de Tapira, queremos resolver isso o quanto antes e poupar vidas, que é a situação que vivemos ali.”

 

O prefeito de Araxá, Robson Magela, destacou a importância da união política para a conquista desse trevo. “Sabemos da importância dessa obra e a Prefeitura de Araxá é parceira desse projeto, no que depender de nós, esse trevo será construído o mais breve possível”, destaca.

 

Robson destacou ainda, que por 2022 ser um ano eleitoral, é muito provável que demore a aprovação do projeto e a construção do trevo. Para resolver o problema de forma paliativa, Robson sugeriu a instalação de um radar na altura do KM 188, até a construção efetiva do trevo.

 

O proprietário da empresa Terra Viva, Marcel Schoenmaker destacou que somente naquela região é escoada uma quantidade de alimentos suficiente para alimentar mais de 300 mil pessoas. “Muitas vezes, tivemos que tirar tratores da nossa produção diária pra fazer melhorias nas estradas.”

 

O secretário de Agricultura e Pecuária, Farley Aquino, afirma que é preciso estar ao lado do produtor rural e fomentar o agronegócio. “Lembrando que aquela região também dá acesso a Serra da Canastra, uma região turística e que pra nós também é muito importante”, destaca.

 

O Chefe da 7ª Unidade Regional do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER) em Araxá, Geraldo Ponciano, afirma que para a construção do trevo na região é preciso apresentar um projeto de execução, que será avaliado e posteriormente aprovado na sede em Belo Horizonte. Ainda, de acordo com ele, também é preciso considerar os custos e, a partir disso, buscar os recursos necessários para a construção do trevo.

 

Ao final, Raphael Rios destacou a importância da sessão, especialmente porque dá início a um projeto que beneficia toda a comunidade. Raphael afirmou que o Fórum foi apenas o primeiro passo para a construção do trevo e cobrou de todos os envolvidos que continuem ativos para a solução do problema.

Por Editor1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *