Destaque »

EXPOSIÇÃO DE AROEIRA LEVA AUTORES DO FLIARAXÁ PARA O CALÇADÃO DE ARAXÁ

31 de outubro de 2020 – 22:21 |

A edição 2020 do Festival Literário de Araxá – o Fliaraxá, mesmo de forma virtual por causa da pandemia do Covid-19, levou uma exposição dos autores do Festival para …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Sem categoria

Desdobramentos da ‘Operação Malebolge’ vão investigar entidade do 3º setor de Araxá

Com o encerramento da primeira fase da operação Malebolge, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) trabalha com os desdobramentos da investigação envolvendo desvio de recursos públicos em Araxá. No momento, os policiais civis estão empenhados em investigar entidade do 3º setor, que, pelos levantamentos iniciais, teria recebido notas fiscais fraudadas de uma das empresas investigadas na operação, e ainda desviado recursos que seriam destinados à Assistência à idosos e pessoas com deficiências. A PCMG iniciou as oitivas de pessoas ligadas à entidade: presidente e funcionários do quadro social. O objetivo é apurar informações relacionadas à utilização das notas fiscais para acobertar eventuais desvios de recursos de fundos do município.  As ações policiais estão voltadas neste momento a investigar uma entidade de Araxá, que segundo a Polícia Civil, pelos levantamentos iniciais, teria recebido notas fiscais fraudadas de uma das empresas investigadas na operação, e ainda desviado recursos que seriam destinados à Assistência a idosos e pessoas com deficiências. A já Polícia iniciou as oitivas de pessoas ligadas à entidade, sendo ouvidos a presidente e funcionários do quadro social da entidade. O objetivo é apurar informações relacionadas à utilização das notas fiscais para acobertar eventuais desvios de recursos de fundos da Prefeitura de Araxá. Em nota essa entidade investigada disse que a associação aguarda que tudo seja esclarecido e que está à disposição da justiça a fim de colaborar com as investigações. A nota ainda cita que “as pessoas que foram à equipe da instituição, somente pecam por amar demais ao próximo e por se dedicarem as pessoas com que precisam”.