Destaque »

CBMM apresenta nova marca do projeto Cientistas do Cerrado

20 de setembro de 2020 – 21:59 |

Neste mês, em que é celebrado o Dia Nacional do Cerrado, a CBMM reforça seu compromisso com o meio ambiente, a sustentabilidade e o futuro por meio de diferentes iniciativas. Uma delas é o lançamento …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Esporte

Um ano sem o Mestre Alcino de Freitas

Homenagem a Alcino de Freitas

Alcino, Edith e Nicanor (pais), Conceição,

Nicanor, João, Luiz  e Daniel (irmãos)

Oi, Alcino, como vai? Esta semana faz um ano que você não dá notícias. Mas eu sei que aí está tudo bem, ou seja, muito melhor do que aqui em baixo. Mas a gente sente muitas saudades. Lembro-me de nossa infância tão pobre quanto feliz, junto com nossos outros irmãos, papai e mamãe. A sua bela canção ‘A boiada’ até hoje é muito conhecida e tocada por aqui. Araxá jamais deixou de ser e sempre será nosso berço natal, a terra que nós amamos.

A sua vida aqui na terrinha foi muito fértil. Compôs belas melodias, ganhou duas filhas e muitos netos e escreveu muito. Se você já sabia muito da história do futebol de Araxá, nos últimos anos você se superou.  E contou, em crônicas semanais, a história do futebol araxaense, desde os primórdios até os tempos atuais. E depois da sua partida, nós, seus irmãos, transformamos suas crônicas em um livro que de certa forma serve para eternizar o futebol em nossa terra. Os clubes e seus atletas, dirigentes, técnicos… É uma linda história, irmão, e eu sou parte dela. O que muito me honra. Você foi grande! Você criou, você amou, você escreveu. E o que a gente escreve fica para sempre. Então nunca vai acabar.

 

João Batista, irmão