Destaque »

Inscrições para o Programa de Trainee 2021 da CBMM terminam dia 28 de outubro

17 de outubro de 2020 – 21:34 |

A CBMM está com inscrições abertas para seu Programa de Trainee 2021, destinado recém-formados nas áreas de engenharia de materiais e engenharia metalúrgica. Com foco em desenvolvimento de lideranças, o programa terá duração de um ano e será realizado …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Destaque

‘Cientistas do Cerrado’: uma verdadeira lição de amor e cumplicidade com o meio ambiente

“O Projeto Cientistas do Cerrado é uma semente do bem, muito frutífera, que se multiplica de forma espontânea e voluntária por meio dessas crianças motivadas e conscientes”. Essa foi uma singela definição dada ao JORNAL INTERAÇÃO sobre o projeto ‘Cientistas do Cerrado’, pela médica veterinária Laura Teodoro de Oliveira, coordenadora do Centro de Desenvolvimento Ambiental da CBMM. A edição 2015 do projeto, em sua semana de culminância, teve início na manhã da última quarta-feira, dia 4 de novembro, no Teatro Municipal de Araxá. O projeto ‘Cientistas do Cerrado’ tem como foco as instituições de Ensino Fundamental e os alunos do 4º ano. Este ano, participam do projeto, cerca de 1.300 alunos e 60 professores de dezenas de instituições de ensino de Araxá, entre escolas municipais, estaduais e particulares. O projeto instiga a observação, experimentação e registro das experiências e vivência, a partir de 13 temas de pesquisas propostos que ganham vida pelo envolvimento de professores e alunos. Os temas trabalhados estão relacionados à biodiversidade do Cerrado, no qual se incluem biomas brasileiros, fauna, vegetação e flora, plantas medicinais, polinização, desmatamentos, queimadas, tráfico de animais silvestres, conservação do Cerrado, além das riquezas de Araxá, com as suas águas, o nióbio, o desenvolvimento sustentável e o ambiente urbano. O encerramento do projeto constará de apresentações culturais, histórias em quadrinhos, paródias, panfletos, desenhos, projetos pedagógicos, leituras de redações e premiações aos destaques do Concurso Projeto Cientista do Cerrado. O Programa de Educação Ambiental da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) teve início em 1992, e é desenvolvido atualmente mediante projetos pedagógicos que propiciam, aos alunos da comunidade araxaense, conhecimentos dos aspectos ambientais da CBMM, de suas atividades de conservação da biodiversidade do Cerrado e dos benefícios ambientais das aplicações dos produtos de nióbio, fortalecendo a integração entre a empresa e a comunidade. Com o Teatro Municipal completamente lotado, os promotores e parceiros do ‘Cientistas do Cerrado’ destacaram a importância do projeto na promoção e conscientização das ações e programas de educação e preservação ambiental. Segundo a coordenadora do projeto, Laura Teodoro, “mais de noventa por cento das escolas de Araxá estão participando do projeto que envolve 25 das 27 escolas do ensino fundamental do quarto ano. Laura revelou ainda que “o importante é que a cada ano, nós continuamos mantendo essa unidade das escolas que trabalham conosco”. Durante esses três dias de realização do projeto, todos os estudantes das escolas integradas ao ‘Cientistas do Cerrado’ lotaram o Teatro Municipal de Araxá e apresentaram trabalhos curiosos, didáticos, conscientes e emocionantes a respeito da proteção, cuidado e defesa do meio ambiente. Para Laura, “ao longo de todas as etapas do projeto, nós tivemos muitas mobilizações de escolas em toda a cidade, com atividades especiais, ações, encontros, trabalhos e feiras práticas que envolveram também a família e a comunidade local. O bacana é que o evento foi além dos alunos e professores, contagiou e mobilizou toda a comunidade, amigos e familiares.” Além das escolas, alunos, professores, a CBMM tem como parceiros na promoção e multiplicação do projeto: a Prefeitura de Araxá (Secretaria Municipal de Educação), Uniaraxá, IMA, Tauá Grande Hotel, IPDSA, FCCB, Sala Verde, Ecocerrado, Polícia Militar e Sou Amigo do Lobo. Nesta sexta-feira, hoje (dia 6 de novembro de 2015), a culminância do projeto se dará com muitas lições, aprendizados singelos, voluntários e multiplicadores de boas ações. Um desafio permanente e implacável para Laura Teodoro, que, com entusiasmo juvenil, emoção e crença nos frutos dessa semente sadia, semeada com bondade, em solo fértil e abençoado pelas mãos do Criador acredita que a colheita será farta. Finalizando, Laura resumiu a verdadeira essência do projeto dizendo que “a maior recompensa é ter a certeza de que estamos conseguindo, de forma real, verdadeira e contagiante, semear por todos os cantos de Araxá e região, essa sementinha do bem que é o Projeto ‘Cientistas do Cerrado’, que contribui para a conservação, proteção e conscientização do ambiente urbano, tendo como ferramentas abençoadas e voluntárias essas crianças que são agentes multiplicadores de uma lição de amor e cumplicidade com o nosso meio ambiente.”