Destaque »

Brasil ganha da Costa Rica no segundo jogo por 2 a 0

22 de junho de 2018 – 20:02 |

A tônica mundial é a Copa do Mundo 2018, na Rússia, que teve início com uma goleada espetacular do time da casa diante da Arábia Saudita pelo placar de 5 a 0. Outros resultados surpreendentes …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Esporte

Trianon vence Ferrocarril fora de seus domínios e está a um empate da final do Mirim

Victor Fernando definiu o placar de 3 a 2 em uma cobrança de falta que encobriu o goleiro Igor do Ferrocarril.

Sábado, 9, foi o dia do inicio das semifinais do Campeonato Amador Mirim entre Ferrocarril e Trianon no estádio Ernesto Duílio Stefani. Em um jogo de cinco gols, quem saiu na frente foi o Trianon que venceu por 3 a 2 e tem a vantagem do empate para ser finalista da competição. Já o Ferrocarril precisa vencer por dois gols de diferença para ser finalista sem as necessidades das penalidades máximas, e por um gol com esse artifício.

A garotada acordou inspirada e proporcionou aos seus pais um grande espetáculo de futebol. O Trianon saiu na frente com dois gols marcados por Gílson e João Vítor aos 3 e 18 minutos. A equipe do Ferrocarril diminuiu com Edilier que bateu forte e cruzado para vencer o goleiro Marcos Vinícius.

No segundo tempo, o Ferrocarril voltou pressionando a equipe do Trianon e conseguiu deixar tudo igual aos 7 minutos. Em escanteio batido pela direita, Edilier conferiu de cabeça no fundo da rede.

A partida ficou extremamente equilibrada com chances para ambos os lados. Aos 13 minutos, o Trianon teve uma grande oportunidade para passar na frente do marcador. A arbitragem apontou pênalti de Flávio que considerou o toque de mão do jogador Flávio e ainda recebeu cartão amarelo no lance.

A cobrança ficou a cargo de Victor Fernando que chutou forte para a defesa do goleiro Igor. Aos 20 minutos, houve uma falta no bico esquerdo da grande área. Victor Fernando teve personalidade, foi para cobrança e bateu encobrindo Igor que não conseguiu a defesa. Uma verdadeira obra de arte que fechou o placar em 3 a 2.

Ficha técnica:

Ferrocarril: Igor; Carlos (Mateus), Edilier, Pedro e Sergio Niquito (Lucas); Maycon, Bernardo (Guilherme) (João Vítor Souza); Diego e Gabriel; Renato e Flávio (João Victor) (Marquinhos). Treinador: Evaldo.

Trianon: Marcos Vinícius (Guilherme); Lucas, Jhonatan, Eduardo (Gustavo) e João Vítor (Gabriel); Patrick, Mateus, Victor Fernando e Marco Túlio; João Pedro e Gilson. Treinador: Edinho.

Gols no primeiro tempo: Gilson aos 3 minutos, João Vitor aos 18 minutos e Edilier aos 18 minutos.

Gols no segundo tempo: Edilier aos 7 minutos e Victor Fernando aos 13 minutos.

Cartões amarelos: Sergio Niquito, Renato e Flávio (Ferrocarril) / João Pedro (Trianon).

Árbitros: Nilson Rodrigues e José Maria

Mesária: Abigail Vilar

Cruzeiro Operário 2×4 Cruzeiro Vila Nova

Na outra semifinal, o Cruzeiro Operário perdeu em casa para o Cruzeiro Vila Nova de 4 a 2 e precisa derrotar o adversário por uma diferença superior a três gols de diferença para ser finalista. O Cruzeiro Vila Nova se for perder por um gol ou empatar já está garantido na decisão.

Oacisto Teixeira

Cruzeiro Operário 2×4 Cruzeiro Vila Nova, com gols de Bruno e Kelvi (Cruzeiro Operário) e Pedrinho (2), Victor Vargas e Erê (Cruzeiro Vila Nova).

Árbitros: Nivaldo de Souza e Weslei Elias

Mesária: Kamila Garcia

O jogo da volta entre essas equipes ocorreu nesta quinta-feira, 15, no Honorizio Pereira Veloso a partir das 8h30. Em relação ao outro confronto, Trianon e Ferrocarril jogam no campo das Mangabeiras às 8h15.