Destaque »

Zema e ministros anunciam R$ 250 milhões para investimento em turismo e saneamento básico em Minas

10 de julho de 2020 – 17:36 |

Em uma agenda surpresa, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, concederam entrevista coletiva à distância na segunda-feira junto com o governador de Minas, Romeu Zema (Novo). …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Notícias

Atendimentos de oncologia para pacientes de Araxá e microrregião serão normalizados

Os pacientes de Araxá e da microrregião voltarão a ter atendimentos de oncologia até o início de dezembro. A secretária Municipal de Saúde, Diane Dutra e equipe técnica, se reuniram com representantes da Superintendência Regional de Saúde (SRS), dos municípios da Macrorregião de Uberaba e de Hospitais de Referência para o tratamento de Oncologia, na quinta-feira, 7 de novembro. A pauta do encontro estabelecido pelo Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems) e SRS, teve o objetivo de esclarecer dúvidas e discutir os fluxos de acesso dos pacientes da macrorregião em relação ao início e continuidade do tratamento em oncologia. A reunião foi agendada pela secretária Diane, que cobrou os direitos dos pacientes de Araxá e das cidades da microrregião, principalmente para quem já está em tratamento. Ela explica que a direção do Hospital Hélio Angotti informou que passaram por grandes dificuldades financeiras por isso os atendimentos foram suspensos, mas o problema já está resolvido. O Hospital conseguiu emendas parlamentares, já comprou os medicamentos e voltará a atender até o início de dezembro. “Quando o paciente está em tratamento, é responsabilidade do hospital garantir os exames e os atendimentos. Defendemos os cidadãos e conseguimos o respaldo deles de que todos voltarão aos atendimentos normalmente nos próximos dias”, ressaltou a secretária. Diane acrescenta que o serviço de oncologia não tem cota, o problema ocorreu devido a dificuldades financeiras enfrentadas pelo hospital. Todo paciente tratado de oncologia é fora da cota de PPI, o hospital recebe para fazer os exames de estadiamento. Houve uma falha no processo entre a secretaria de Uberaba e o Hospital Hélio Angotti, mas tudo já foi esclarecido. “Foi uma reunião muito importante, verificamos as dificuldades em relação aos atendimentos de oncologia, buscando soluções para os vazios assistenciais enfrentados pelo município de Araxá e os da macrorregião”.