Destaque »

Câmara realiza 2º Fórum Comunitário sobre exames para CNH

22 de julho de 2019 – 15:40 |

A Câmara Municipal realizou, na semana passada (17/07), o segundo Fórum Comunitário para discutir os processos de exames para CNH. O encontro, solicitado pelo Vereador Pastor Claudenir (PP), foi dirigido pelo Vereador Hudson Fiuza (PSL). …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Destaque

Reajuste dos servidores municipais causa polêmica na Câmara de Vereadores

O Projeto que dispõe sobre o reajuste salarial dos servidores da Prefeitura de Araxá foi amplamente debatido na reunião ordinária da Câmara Municipal de Araxá, realizada na tarde da última terça-feira (18/06). No início dos trabalhos, o Presidente da Câmara, Vereador Roberto Sindicato (SD), propôs a interrupção da Sessão para que Vereadores levassem um ofício ao Prefeito solicitando o envio do Projeto, já que a proposição havia sido retirada de tramitação pelo Chefe do Poder Executivo Municipal. O Projeto foi retirado depois que sete vereadores (Raphael Rios-SD, Robson Magela-PRB, Fernanda Castelha-PSL, Ceará da Padaria-PMB, Bosco Júnior-Avante, Fárley Cabeleireiro-DEM, José dos Reis-PT) assinaram, na semana passada, uma emenda contrária aos reajustes para Prefeito, Vice-Prefeita e Secretário Municipais (Emenda Supressiva nº001 ao artigo 4º do Projeto de Lei 054/2019). Os sete parlamentares e o Presidente da Casa da Cidadania foram na Administração Municipal solicitar o envio do Projeto durante a paralisação da Sessão. A sessão foi retomada e encerrada sem o envio de nova proposição para a questão. Diversos servidores municipais estiveram no plenário da Casa Legislativa  para manifestar apoio à aprovação do reajuste. Os posicionamentos dos vereadores em Tribuna foram variados. O vereador Luiz Carlos (Podemos), qisse que, “defendemos a valorização do servidor, incondicionalmente. Aguardamos o retorno do Projeto de Lei e esperamos todos vocês novamente”. O Vereador Adolfo Segurança (Avante) foi outro que defendeu a valorização dos que trabalham para a Prefeitura e também recebeu os aplausos dos servidores presentes. Ceará da Padaria (PMB) afirmou que não é contra a recompensação salarial dos servidores municipais, mas que a Lei Municipal 7.109, que congela os salários de Prefeito, Vice-Prefeito e Secretários Municipais na legislatura 2017-2020, deve ser respeitada. Zezinho (PT) disse que os parlamentares sempre têm pedido benefícios para os servidores, e cobrou data-base para aumento e Plano de Cargos e Salários. Raphael Rios (SD) ponderou que este não é o momento para reajuste salarial de agentes políticos, e questionou a lógica de que se o Prefeito não receber aumento, os servidores também não devem fazer jus ao reajuste. Robson Magela (PRB) questionou a moralidade do aumento para agentes políticos da Administração Municipal, que recebem salários muito maiores que a maioria dos servidores. Para Bosco Júnior (Avante), a decisão do Prefeito de aumentar o próprio salário é arbitrária. Ele reforçou que nenhum dos Vereadores está contra os Servidores Municipais. Por fim, o Presidente da Câmara afirmou que os Parlamentares estão dispostos a votar favoravelmente, tão logo a Prefeitura envie o Projeto para o Poder Legislativo. O plenário da Câmara ficou lotado de servidores e a segurança do local foi reforçada pela Polícia Militar. Com palavras de ordem e cartazes dezenas de funcionários da Prefeitura de Araxá protestaram exigindo uma atneção especial do Poder Executivo em relação ao aumentode seus salários. O Procurador Jurídico, da Prefeitura de Araxá, Jhonatan Renault de Oliveira, disse que,” em função do questionamento do projeto por parte dos vereadores, o Prefeito, optou por retirar o projeto para fazer um estudo mais aprofundado para verificar se o projeto está correto ou não.”