Destaque »

Lídia Jordão faz palestra no 13º Encontro Mulheres com Direito

17 de maio de 2019 – 19:12 |

Lídia Jordão representou Minas Gerais, juntamente com mais nove mulheres da área do Direito, de outros estados do País. Ela foi convidada pela coordenação geral  do Encontro, através da Drª Fabiana Garcia. Para Jordão, …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Destaque, Notícias

Zema e Sérgio Moro defendem união de forças na segurança pública

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e o secretário de Estado de Segurança Pública, general Mario Araujo, participaram no último fim e semana na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, de encontro para tratar sobre as políticas públicas de combate ao crime. Além de destacar os resultados positivos alcançados por Minas Gerais na área da segurança pública nestes primeiros meses de governo, Romeu Zema salientou o impacto disso em outros setores do estado, como na atração de investimentos e no desenvolvimento econômico. “Estamos aqui para debater políticas públicas de combate ao crime. Um Estado ou um país não consegue se desenvolver, ser atrativo para investimentos, turismo e, principalmente, para se viver, se não oferecer segurança. Ela é um direito constitucional e o Estado precisa assumir essa responsabilidade e trabalhar para colocar as políticas do setor em prática”, afirmou. Ao lado do ministro Sérgio Moro, o governador apresentou alguns resultados alcançados por sua gestão na redução de índices de criminalidade. “No primeiro trimestre deste ano, comparado com o mesmo período do ano passado, o número de roubos em nosso estado caiu 32%. Foram 7.110 registros de roubos a menos nos primeiros três meses deste ano. O total de homicídios também diminuiu 16%. Dos 12 crimes monitorados pela Secretaria de Estado de Segurança Pública, por meio do Observatório de Segurança, 11 tiveram redução”, pontuou, citando ainda que centenas de viaturas serão entregues à Polícia Militar nos próximos dias, reforçando a prioridade que a segurança tem para o governo.  A transparência com a divulgação via internet das informações de criminalidade, a criação do Núcleo Especializado de Investigação de Feminicídio, a expansão da política de repressão ao crime de explosão de caixas eletrônicos no interior e o trabalho itinerante de todos os órgãos da segurança pública nas cidades mineiras também foram destacados por Zema. “Estas são apenas algumas das ações que realizamos nos primeiros meses e vamos continuar trabalhando para garantir a segurança de todos nós mineiros”, completou. O ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu a união entre governos federal e estadual na luta contra a criminalidade “mais organizada e violenta”, e contra os crimes praticados na administração pública.