Destaque »

Presidente e novo Diretor Industrial da CBMM destacam importância do relacionamento com a cidade

9 de dezembro de 2017 – 11:59 |

Na noite da última terça-feira, dia 05 de dezembro de 2017, a direção da empresa CBMM, se reuniu com profissionais da imprensa araxaense num encontro tradicional de confraternização de fim de ano, no salão …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Responsabilidade social

“Agosto Dourado”: campanha de incentivo ao aleitamento materno e parto normal em Araxá

Agosto marca mais um evento importante na saúde pública com foco no incentivo ao aleitamento materno e ao parto normal. A semana comemorativa de 1º a 7 do referido mês foi oficializada conforme decreto do Prefeito Municipal publicado em julho deste ano. A proposta da Secretaria Municipal de Saúde para a campanha é realizar ações nas Unidades de Saúde entre os dias 31 de julho a 4 de agosto.A referência técnica em saúde da mulher e criança, enfermeira Carla Aparecida Alves Constant, afirma que a programação é variada com um dia D em cada unidade, focando em dois públicos específicos. “Nosso intuito é promover o aleitamento materno exclusivo da criança até os seis meses de idade. A primeira visita de puerpério acaba sendo feita por agentes comunitários de saúde até o quinto dia de vida do bebê, então o nosso público-alvo são as gestantes que iniciarão a amamentação juntamente com os agentes comunitários de saúde que ajudarão as mães no processo de aleitamento. O evento é aberto a qualquer membro da comunidade que queira participar. Teremos um último dia com palestra sobre mitos e verdades, em parceria com a FAMA”, explicou a enfermeira. A enfermeira afirma, ainda, que a semana destinada ao aleitamento materno é de suma importância devido a muitas mães procurarem as unidades para esclarecimentos e solução de dificuldades na amamentação.“Esse ano foi decretado que teremos anualmente essa comemoração denominada como agosto dourado. Temos uma procura muito grande nas unidades de saúde de puérperas com dificuldade no aleitamento materno. Por isso, é importante este trabalho de orientação sobre o processo de amamentação,” destacou. A programação foi iniciada na Unisa e Unioeste, nesta segunda-feira, 31, com participação da Estratégia da Saúde da Família (ESF) Abolição e Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) São Geraldo; distribuição de certificados e palestra com nutricionista.