Destaque »

Estradas mineiras registram 25 mortes no feriado prolongado

17 de outubro de 2018 – 13:59 |

As estradas que cortam Minas Gerais novamente foram palcos de tragédias em mais uma feriado prolongado. De quinta-feira a domingo, durante a Operação de Nossa Senhora Aparecida, foram registrados 25 mortes em acidentes, uma média …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Notícias

Vera Cruz apresenta planilha de custo e justifica reajuste na tarifa do transporte coletivo de Araxá

A direção da empresa Vera Cruz Transportes e Turismo de Araxá, concessionária do transporte coletivo no município, solicitou à presidência da Câmara Municipal, uma reunião com os vereadores, para apresentar aos parlamentares a planilha de custos da empresa onde se justifica e esclarece os indicadores que nortearam o último reajuste da trarifa do transporte coletivo na cidade. O  preço da passagem do transporte coletivo teve um aumento de 15% e foi publicado no Diário Oficial do município ( DOMA)no dia 22 de dezembro de 2016 e passou a vigorar no dia 30 de dezembro de 2016. Com o aumento da tarifa, a passagem de ônibus que custava R$ 2,95  passou  para R$ 3,45. O último reajuste tinha ocorrido em 1º de junho do ano passado, quando passou de R$ 2,90 para R$ 2,95.  O pedido de esclarecimento sobre a apresentação dos dados por parte da empresa se deu em função de um projeto de lei de autoria do vererador José Valdez da Silva, o Ceará da Padaria do PMB, que contestou o reajuste e entrou com o projeto para cancelar o aumento da tarifa autorizado pelo poder executivo de Araxá no final do ano passado. Sabendo que o projeto do vereador  Ceará, seria votado na sessão ordinária da Câmara Municipal desta terça-feira, dia 14 de março de 2017, a direção da empreso apresentou aos vereadores na tarde desta segunda-feira dia 13 de março, os esclarecimetos da planilha de custos e um estudo técnico detalhado e estrutural da empresa. De acordo com o vereador autor do projeto que pede a suspensão do aumento da tarifa, José Valdez da Silva ( Ceará), “  o objetivo do Projeto de Decreto Legislativo Nº 001/2017 é sustar o Decreto nº 2.250 de 22 de dezembro de 2016 que definiu a nova tarifa para o serviço de transporte coletivo urbano. A justificativa apresentada no projeto é que a elevação da tarifa de transporte coletivo urbano de R$ 2,95 para R$ 3,45 corresponde a um aumento de 16,95%, que é muito acima dos índices inflacionários acumulados em 2016.” Em entrevista exclusiva ao JORNAL INTERAÇÃO, o vereador César Romero da Silva do Garrado do PR disse que, “ eu como presidente da Comissão que analisou o projeto que pede a anulação do reajuste da tarifa, fui contrário, pois acho que foi uma decisão do Poder Executivo e nós da Câmara não podemos interferir no outro poder.E essa medida é uma atribuição legal do executivo. Essa planilha já foi aprovada há muitos anos, inclusive com o aval positivo desta Casa.” Ainda segundo Garrado, “ É um projeto que não tem fundamento, nem base e que apareceu como decreto do vereador ( Ceará) para avaliar o  custo de uma planilha que já existe formatada a muito tempo. Na minha opinião essa proposta é uma invasão de poder.” O diretor da Vera Cruz Leonardo Pereira dos Santos, também falou com exclusividade ao JORNAL INTERAÇÃO. Segundo ele, “ ao saber do projeto de lei que seria tramitado na reunião da Câmara de Araxá, nós achamos de fundamental importância  esclarecer e munir os vereadores de informações para a definição desse projeto. A gente sabe que a Câmara Municipal este ano está com 10 novos vereadores, que não faziam parte do colegiado anterior e talvez eles não conhecessem como funiona todo um projeto, tanto na licitação do transporte público urbano, quanto também na formulação dos preços como tarifa, que tem como base a planilha”.  Finalizando  Leonardo Pereira disse que, “ nossa reunião foi exclusivamente de caráter informativo para esclarecer e tirar as dúvidas dos vereadores. A gente como diretor da empresa acha de grande valia informar e ser transparente a respeito de todas as nossas ações, principalmente por que nós somos concessionários de um serviço público que é o transporte urbano.”  O projeto de lei deverá ser apreciado pelos vereadores na reunião da Câmara Municipal de Araxá nesta terça-feira, dia 14 de março de 2017.