Destaque »

Brasil ganha da Costa Rica no segundo jogo por 2 a 0

22 de junho de 2018 – 20:02 |

A tônica mundial é a Copa do Mundo 2018, na Rússia, que teve início com uma goleada espetacular do time da casa diante da Arábia Saudita pelo placar de 5 a 0. Outros resultados surpreendentes …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Turismo

Coluna do Francisco Géa A História do Rádio – Parte III “MUSEU DO RÁDIO”

imagesssColuna do Francisco Géa

      A História do Rádio – Parte III

“MUSEU DO RÁDIO”

Existe na cidade do Rio de Janeiro (RJ),um museu dedicado inteiramente a memória do rádio, pois há de se contar que muito antes da internet, da televisão ou do DVD, o que havia era o rádio. Então ele entretia, informava e educava. Era ele que unia, emocionava e mobilizava toda a população. Naqueles tempos, o mundo parecia ser muito maior do que ele é hoje e era por intermédio do rádio que as pessoas conheciam o mundo e tudo girava em torno dele.images

E para preservar a memória destes tempos heróicos foi que a Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro, construiu o “Museu do Rádio”, que é um espaço vivo, onde o visitante poderá apreciar a evolução do mundo do rádio.

Lá poderá se conhecer um aparelho de rádio galena, vindo para os modelos dos rádios do estilo “capelinha”, telefunken, rádio-comunicadores e  etc. apreciando os mais diversos modelos, conhecendo também outros objetos que pertenceram as maiores emissoras do país tais como fotos, quadros, gravadores, microfones, coleção de discos, transmissores, documentos e souvenirs.historia-do-radio-no-brasil-4

Mas o que mais desperta a atenção do visitante são os depoimentos de alguns radialistas, alguns já falecidos, que por intermédio de gravações a gente tem a oportunidade de ouvir novamente as vozes de gente como por exemplo, dos antigos radialistas do Rio de Janeiro, como: HERON DOMINGUES, CESAR LADEIRA, ROQUETE PINTO, ARY BARROSO, ALMIRANTE, GONTIJO TEODORO, CAZARÉ, CESAR DE ALENCAR, PAULO GRACINDO, PAULO ROBERTO, DOALCEY CAMARGO, JORGE KHOURY, ANTONIO CORDEIRO, e outros, de São Paulo foi gostoso ouvir novamente as vozes e os depoimentos gravados de LUIZ NORIEGA, MAURO PIRES, ANTONIO DE CARVALHO, EDSON LEITE, MÁRIO MORAES, EDSON LEITE, FIORI GIGLIOTTI, RAMOS CALHERA, JOTA DÁVILA, MORAES SARMENTO, JOEL DE ALMEIDA, e de Minas Gerais, sempre é bom recordar das vozes e dos talentos de PAULO MAURÍCIO, DEL MÁRIO, BENTINHO, ALDAIR PINTO, JOTA JÚNIOR, JOSÉ LINO, OSWALDO FARIA, JOÃO BOSCO DE AZEVEDO CALDAS, VILIBALDO ALVES, e muitos outros.

Visitar no Rio de Janeiro é uma rara  oportunidade de quem gosta de rádio em voltar um pouco no passado, o museu leva o nome de “MUSEU DO RÁDIO ROBERTO MARINHO”, em uma homenagem a este veterano jornalista, que foi o patriarca das Organizações Globo, sendo que o museu localiza-se na Rua da Constituição nº 78, no centro da cidade, com o telefone 021-2232-6172.

EPÍLOGOhistoria-da-radio-no-brasil 

Devo confessar que sou um apaixonado pelo rádio, principalmente porque ele é um meio de comunicação que presta um serviço com a mais alta velocidade do que os outros, sendo que ele ainda oferece a possibilidade do ouvinte ligar, participar e reclamar no exato momento em que um fato está acontecendo, lembrando que ele ainda proporciona ao ouvinte comunicar de viva voz, o que sempre pode dar mais ênfase a um assunto. Além disto, tudo ele é um companheiro de todas as horas e de todos os locais, se comunicando com uma incrível agilidade, principalmente quando ele é feito com qualidade, o que vem dignificar o trabalho do radialista para a total alegria do ouvinte.

imagessassdff
imagesssss indice memoria_do_radio_2 saas sava_02 vintage_radio_announcer_0

FRANCISCO JOSÉ GÉA