Destaque »

Brasil ganha da Costa Rica no segundo jogo por 2 a 0

22 de junho de 2018 – 20:02 |

A tônica mundial é a Copa do Mundo 2018, na Rússia, que teve início com uma goleada espetacular do time da casa diante da Arábia Saudita pelo placar de 5 a 0. Outros resultados surpreendentes …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

Guarani já é 4° no Amadorão

A 4ª vitória consecutiva na competição foi de 3 a 2 para cima do Ferrocarril, que saiu do G8

A sexta rodada do Amadorão promoveu bastantes mudanças no grupo dos oito melhores que irão para a segunda fase. Neste domingo, 1°, jogando no campo do Santa Terezinha, a equipe do Guarani chegou a sua quarta vitória consecutiva ao bater o Ferrocarril por 3 a 2. O jogador Alex foi o destaque do confronto marcando todos os gols da vitória do alviverde, sendo um no primeiro tempo e dois na etapa final. Lequim e Bilu descontaram.

Guarani assustou logo aos quatro minutos com Tiãozinho. Ele recebeu de frente para o goleiro Thiago e mandou pela linha de fundo. A primeira chegada do Ferrocarril ocorreu na marca dos 12 minutos, com Marlinho, que cortou a marcação e bateu de pé esquerdo para a defesa do goleiro Xaneco.

Na sequência, o primeiro gol da partida foi marcado. Xaneco deu um chutão para o campo de ataque. A bola caiu nos pés de Alex, que ganhou da marcação, avançou para a grande área e tocou na saída de Thiago. A resposta do Ferrocarril foi aos 18 minutos. Heli caiu pelo lado esquerdo e fez o cruzamento na cabeça de Marlinho. O desvio que ocorreu dentro da área acabou nas mãos de Xaneco.

Um dos melhores jogadores do Ferrocarril na primeira etapa, Heli, apareceu bem de novo, aos 22 minutos, pelo lado direito. Ele tirou da marcação e finalizou de fora da área para nova defesa de Xaneco. Pelo lado do Guarani, o habilidoso Ezequiel teve a chance de fazer 2 a 0. Como a defesa do Ferrocarril registrava muitos vacilos, o jogador adversário saía por muitas vezes na cara do gol. Neste lance, Ezequiel chutou para a defesa de Thiago.

E se não fosse o goleiro Thiago, Ferrocarril sairia derrotado por uma diferença maior de gols para a segunda etapa. Em jogada que envolveu Tiãozinho, Ezequiel, Alex e Preto, o último citado bateu com liberdade e Thiago, a queima roupa, fez mais uma grande defesa.

No segundo tempo, em virtude do calor, a criação de lances perigosos diminuiu, mas não faltou emoção. Aos nove minutos, Preto fez o cruzamento em cobrança de falta, e Joãozinho quase aproveitou o lance, mas foi travado na hora da batida. A partir desta jogada, Ferrocarril, por meio das alterações do treinador Evaldo, começou a se apresentar bem melhor. Aos 22 minutos, um jogador que saiu do banco de reservas empatou o jogo. Lequim foi lançado em profundidade, avançou a bola dominada, tirou do goleiro e bateu para o fundo das redes.

O placar da igualdade durou por pouco tempo, pois Alex começou a superar o Ferrocarril em duas cobranças de faltas. A primeira bola na rede, por meio desse lance, ocorreu aos 27 minutos. Posicionado no bico direito da grande área, Alex partiu e colocou com perfeição no canto esquerdo de Thiago.

Sete minutos depois, a bola balançou a rede do Ferrocarril novamente com Alex. Dessa vez, de frente para a grande área, ele mandou forte para o fundo das redes. Em seguida, Guarani teve a chance de definir sua vitória com Ezequiel. Ele chegou na cara do gol e tocou por cima do goleiro Thiago. A bola bateu caprichosamente no travessão e se perdeu na linha de fundo.

A situação do Ferrocarril ficou ainda mais complicada com as expulsões de Alex e Merrinho. Mesmo com dois jogadores a menos, a equipe do treinador Evaldo conseguiu diminuir com Bilu, aos 46 minutos. No último lance da partida, Ferrocarril quase empatou. Na base daquela pressão feita sem organização tática, Lequim apareceu livre na área, após cruzamento da direita, mas não concluiu com gol aberto por causa de um desvio de Batata.

Apesar dos três gols de Alex, o jogador Batata garantiu mais três pontos para o Guarani, que segue em boa fase no campeonato e enfrenta o Dínamo. Já o Ferrocarril encara o Ipiranga com desfalques já certos de Alex e Merrinho.

Artilharia

Fabrício Caceba, do Grei, é o artilheiro do Amadorão, com 6 gols. Romarinho e Paulo Henrique, do CIT, com 5 gols, Artur, do GEF, e Alex, do Guarani, com 4 gols, e Bruno César e Belchiorzinho, do GEF, com 3 gols, aparecem como os principais artilheiros.

Ficha técnica:

Guarani: Xaneco; Batata, Joãozinho, Macuco e Eduardinho (Alexsander); Carlinhos, Tiãozinho (Juninho), Alexandre e Ezequiel (Lucas); Alex (Fabinho) e Preto (João Paulo). Treinador: Márcio Leblanc.

Ferrocarril: Thiago; Alex (Chico), Alexsandro, Mirlando e Adelson (Fu); Merrinho, Heli (Tião), Lorran (Lequim) e Marlinho; Marquinho e Zóio (Bilu). Treinador: Evaldo.

Gol no primeiro tempo: Alex, aos 12 minutos.

Gols no segundo tempo: Lequim, aos 22 minutos, Alex, aos 27 minutos e aos 34 minutos e Bilu, aos 46 minutos.

Cartões amarelos: Preto (Guarani) / Mirlando, Adelson e Zóio (Ferrocarril).

Cartões vermelhos: Alex e Merrinho (Ferrocarril).

Árbitro: João Mariano de Andrade

Assistentes: Nílson Rodrigues e Anésio Rubens

Mesária: Kamila Garcia