Destaque »

CBMM divulga Programa de Estágio para 2020

10 de dezembro de 2019 – 11:37 |

O programa potencializará o talento de estudantes do ensino técnico e
universitário de Araxá.
Com o objetivo proporcionar vivência de mercado aos estudantes de Araxá, a CBMM lança o Programa de Estágio 2020. No período de um …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

Prorrogado o prazo de vencimento do IPTU 2015

O anúncio foi feito no início desta semana, pelo secretário Municipal da Fazenda de Araxá, José Clementino dos Santos. Em entrevista exclusiva ao JORNAL INTERAÇÃO, José Clementino explicou que dois motivos levaram a Administração Municipal a tomar a medida. Segundo Clementino, “o atraso na confecção dos carnês e o atraso na entrega do  documento por parte dos Correios fizeram com que muitos contribuintes recebessem o IPTU após o prazo do vencimento da primeira parcela, que tinha limite no dia 10 de março de 2015. Levamos o problema para o conhecimento do senhor prefeito municipal, que determinou imediatamente a prorrogação do imposto para a primeira cota, com o vencimento para o dia 31 de março de 2015.” O secretário também reforçou que a prorrogação só vale para a primeira parcela do IPTU ou para o pagamento a vista. “Os demais vencimentos das cotas permanecem sem alteração de data.”

Ainda de acordo com a Secretaria Municipal da Fazenda de Araxá, outras dúvidas a respeito do IPTU 2015 e também sobre a prorrogação do imposto podem ser tiradas no balcão de atendimento ao público, na antiga sede da Prefeitura de Araxá, situada na rua Presidente Olegário Maciel, no centro.

Prefeitura espera arrecadar mais de R$15 milhões com o IPTU:

Este ano, foram confeccionados, pela Prefeitura de Araxá, mais de 52 mil carnês de IPTU, sendo 39 mil de imposto predial [casas, lojas, comércio, empresas etc.] e 13 mil carnês de imposto territorial [lotes, áreas sem construção imobiliária]. O secretário da Fazenda, José Clementino, afirmou  que a expectativa de arrecadação total com o IPTU 2015 é de R$15 milhões, 250 mil reais. Mas fez uma ressalva: “Hoje a inadimplência em relação ao IPTU do município de Araxá aumentou muito. Ela deve estar acima dos 30 por cento”.  Mas o secretário revelou que, para quem está com dívida ativa junto à Prefeitura [com impostos atrasados], a alternativa é participar do “refins”, que se trata de um  programa de refinanciamento de débitos anteriores, com isenção de multas em até 100 por cento e parcelamento em até  18 meses.