Destaque »

Araxaense é destaque no Mundial de Corrida de Sky Running na Itália

20 de setembro de 2019 – 17:25 |

Como o JORNAL  INTERAÇÃO já havia informado em primeira mão, no início deste ano,  o jovem atleta araxaense,  Guilherme Bernardo Gonçalves da Silva,  de  16 anos e estudante do …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Esporte

Araxá Esporte joga mal em Uberaba e só empata contra o Nacional. 0 x 0.

Por: Alcino de Freitas.

Jogando na última quarta-feira em Uberaba, no Estádio Engenheiro João Guido (Uberabão), diante do Nacional, pela quarta rodada do campeonato Mineiro da segunda divisão, a equipe do Nacional o (Naça) como é conhecido, foi eficiente na sua postura de jogo e conseguiu neutralizar, principalmente o ataque araxaense. A equipe do Nacional não conta com nenhum craque no seu elenco, todavia, mostrou-se um time determinado.  Já o Araxá Esporte que vinha de duas vitórias jogando em casa, diante do Uberlândia, por 3 a 1, e diante do Mamoré por 2 a 1, era tido como favorito, por contar em seu plantel com jogadores mais técnicos e de maior expressão. O que se viu em Uberaba foi um time apático, com pouquíssimas finalizações e com muita sorte por não sofrer uma derrota. No primeiro tempo o time uberabense teve muito mais criatividade e um maior número de finalizações, enquanto o Araxá Esporte, só criou um bom momento quando, aos 32 minutos, Luciano, chutou a “queima roupa” contra o gol de Fernando Pompeu que, espalmou para escanteio. A equipe do Nacional exercia uma marcação severa e não deixava o Araxá Esporte criar. Ao Ganso, faltou competência e a falta de um meia armador para criar e ditar o ritmo da partida. Aliás, em todos nossos comentários temos nos referido à falta deste atleta. Na segunda etapa, não vamos ser injustos em dizermos que não houve uma melhora, pouca mais houve. Acontece que, aos 29 minutos, Márcio Tinga foi expulso de campo eo “Naça” tentou tirar proveito da superioridade em campo. O Araxá Esporte teve que se resguardar para equilibrar a partida. Não vamos aqui dizer que, o empate foi um péssimo resultado, jogando no campo do adversário e pela circunstância da partida, o resultado não foi dos piores, contudo, esperávamos um time mais ousado, determinado e eficiente, tudo aquilo que queremos ver amanha no Estádio Fausto Alvim quando às 17 horas o Araxá Esporte estará enfrentando outro forte adversário, a equipe da Patrocinense. Além da vitória, esperamos que o time mostre mais um pouco do seu potencial e continue fazendo feliz o seu torcedor que é o maior patrimônio que o clube tem.

O Nacional jogou com: Fernando Pompeu, Peterson (Chitão), Wallison Santos, Levi, Dieguinho (Giacomo); Artur, Luis Antônio, Liniker (Delcinho), Bryan; Obina e Pedro Paulo. Técnico: Jordan de Freitas.

O Araxá Esporte foi de: Rafael Cordova, Rafael, Wellington, Asprola, Beto; Márcio Tinga, Zé Maria, Luciano (Wesley Bala), Léo Salino; Tony e Carlos Junior (Rogerio). Técnico: Nivaldo Lancuna.

Árbitro: José Otaciano dos Santos, auxiliado por Marcelo Francisco dos Reis e Warllen Breno Paixão Salgado.

(Trio da FMF). Quarto árbitro: Rogério Gomes de Melo, da Liga local.

Cartões amarelos. Na equipe do Nacional: Peterson, Levi, Giacomo, Bryan e Pedro Paulo.

No Araxá Esporte: Rafael, Asprila e Márcio Tinga.

Cartão vermelho. Márcio Tinga do Araxá Esporte.

A diretoria em reunião logo após o jogo contra o Nacional em Uberaba, acabou por dispensar o técnico Nivaldo Lancuna. Para o jogo de amanha diante da Patrocinense volta a comando da equipe Donizete Amorim.