Destaque »

Estradas mineiras registram 25 mortes no feriado prolongado

17 de outubro de 2018 – 13:59 |

As estradas que cortam Minas Gerais novamente foram palcos de tragédias em mais uma feriado prolongado. De quinta-feira a domingo, durante a Operação de Nossa Senhora Aparecida, foram registrados 25 mortes em acidentes, uma média …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Esporte

Mal escalado, Araxá Esporte virou ‘Samba do crioulo doido’

Por: Alcino de Freitas.

Semana passada, comentamos que “depois da tempestade, vem a bonança”, pois a expectativa de todos os torcedores alvinegros era de assistir a uma recuperação da equipe diante do América de TO, no último sábado, pelo Campeonato Mineiro da Primeira Divisão. Atuando em casa, diante de 3.500 espectadores, a equipe comandada pelo técnico Nei da Matta entrou em campo mal escalada, durante a partida, quando foram feitas substituições erradas, o que a levou à derrota, pelo placar de 1 a 0. Um resultado injusto. Era do conhecimento de todos que o time de Teófilo Otoni vinha a Araxá para jogar na retranca, “fechadinho”, tentando buscar um empate, já que nas duas partidas anteriores havia perdido. A obrigação do Araxá Esporte era atuar ofensivamente, principalmente pelas pontas, para tentar “furar o bloqueio”. A atitude que se esperava não foi correspondida, pois o ataque escalado foi inoperante e não conseguiu marcar. O técnico precisava mostrar ousadia e objetividade, não um time pouco ousado. A substituição, no primeiro tempo, do zagueiro Amarildo, que deixou o campo contundido, substituído por Carlão, outro zagueiro. As entradas dos atacantes Breitner e Tiago Pereira no segundo tempo, Breitner em lugar de Diego Lira, acertada, contudo, a entrada de Tiago Pereira em lugar de Julio César (um marcador nato), enquanto figurava no banco, (Fabiano, excelente apoiador), totalmente errada, inclusive voltando o armador da equipe, Thiago Marin, para jogar na lateral esquerda. O time se descompôs em campo e, aos 48 minutos do segundo tempo, sofreu o gol da derrota, sendo que o mesmo foi assinalado de maneira irregular, quando Elder “matou” a bola no braço e Renaldo completou no canto, indefensável para o goleiro Marcelo Cruz. Agora, reclamar que, na primeira etapa, o time do América bateu sem dó e sem piedade e que o árbitro não deu nenhum cartão amarelo, também não vai mudar o resultado da partida. Só para conhecimento, no primeiro tempo, América cometeu 14 faltas e no segundo, 16, totalizando 30 faltas. Já o Araxá Esporte, bem mais econômico, fez 7 faltas no primeiro tempo e, no segundo, apenas 5. Total: 12. Declarou o técnico Gilmar Estevam, após a vitória da sua equipe, que a mesma se deve ao comprometimento de seus atletas, o que não nos parece faltar ao time araxaense. A derrota é atribuída mais ao técnico Nei da Matta que escalou mal e, durante a partida, mexeu mal, bagunçando o coreto e tornando o time do Araxá Esporte “o samba do crioulo doido”. O técnico Gilmar, do América, estava tão satisfeito com o empate que só fez duas alterações: a primeira, por contusão de Leandrinho, e a segunda, aos 47 minutos, quando já satisfeito com o empate, fez para ganhar tempo, no momento em que saiu o gol irregular da sua equipe.

O Araxá Esporte perdeu com: Marcelo Cruz, Osvaldir, Bruno Matavelli, Amarildo (Carlão), Júlio César (Tiago Pereira); Balduino, Bruno Moreno, Thiago Marin, Evandro; Fabrício Carvalho, Diego Lira (Breitner). Técnico: Nei da Matta.

O América de TO venceu de: Eládio, Ricardo Duarte, Rancharia, Rodrigo Sena, Daniel; Elder, Luisinho, Luciano Mourão, Iran (Renaldo), Leandrinho (Almir); Anderson Grafite. Técnico: Gilmar Estevam.

Árbitro: Flávio Henrique Coutinho Teixeira, auxiliado por Pablo Almeida da Costa e por Ricardo Junio de Souza.

Cartões amarelos. No Araxá Esporte: Thiago Marin e Fabrício Carvalho. Pelo América receberam: Eládio, Ricardo Duarte, Elder, Luciano Mourão, Iran, Anderson Grafite e Leandrinho.

Público: 3.440 pagantes, para uma renda de R$ 69.100,00.

Acompanhe os resultados da terceira rodada do Campeonato Mineiro:

Sábado, 23

16h – Estádio Antônio Guimarães Almeida (Almeidão), em Tombos.

Tombense 1×0 Nacional, com gol de Júnior Negão

17h – Araxá 0x1 América / TO, com gol de Renaldo.

Domingo, 24

10h – Estádio Dilzon Melo (Melão), em Varginha

Boa 1×2 Tupi, com gols de Henrique (Boa) e Ygor (2) (Tupi)

16h – Estádio Independência, em Belo Horizonte

América 1×0 Caldense, com gol de Rodriguinho

16h – Estádio Arena do Calçado, em Nova Serrana

Guarani 0x1 Villa Nova, com gol de Tchô

Cruzeiro e Atlético não jogaram no último final de semana, pois já se enfrentaram em clássico em partida antecipada da terceira rodada realizada no dia 3 de fevereiro passado,  na reinauguração do Mineirão.

A quarta rodada marca os seguintes jogos para os próximos dias 2 e 3 de março:

Sábado, 2

16h – Nacional x América / TO, estádio Bernardo Rubinger de Queiroz, em Patos de Minas

17h – Cruzeiro x Tombense, estádio Mineirão, em Belo Horizonte

19h30 – Caldense x Araxá, estádio Ronaldo Junqueira (Ronaldão), em Poços de Caldas

Domingo, 3

16h – Atlético x Guarani, estádio Independência, em Belo Horizonte

16h – Villa Nova x Boa, estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima

18h30 – Tupi x América, estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora