Destaque »

Estradas mineiras registram 25 mortes no feriado prolongado

17 de outubro de 2018 – 13:59 |

As estradas que cortam Minas Gerais novamente foram palcos de tragédias em mais uma feriado prolongado. De quinta-feira a domingo, durante a Operação de Nossa Senhora Aparecida, foram registrados 25 mortes em acidentes, uma média …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Esporte

Amaral faz o 1º gol, dá passe para o 2º na estreia do GEF, na 2ª fase do Amadorão

Em jogo disputado no campo da Associação dos Funcionários da Vale (AFV), GEF vence Vila Nova, por 2 a 1, pela chave B.

GEF estreou com vitória na segunda fase do Amadorão. Em partida disputada neste domingo, 23, no campo da Associação dos Funcionários da Vale (AFV), GEF ganhou do Vila Nova, por 2 a 1, pela chave B. Um dos destaques do jogo, o lateral-esquerdo Amaral, contribuiu para que essa vitória acontecesse com a marcação do primeiro gol e passe para o segundo, assinalado por Arthur. O resultado proporcionou a liderança na chave para o GEF, com 3 pontos, ao lado do Internacional, mas, nos critérios de desempate, é segundo colocado. Já o Vila ocupa a terceira posição, seguido por Guarani, quarto, com nenhum ponto.

Aos sete minutos, GEF abriu o placar. Na cobrança de falta de Rafael Bundinha, a bola desviou em Tiago Piriá na barreira e caiu com Amaral, que apareceu, de cabeça, para fazer o primeiro gol alviverde. Quatro minutos depois, mais bola na rede. Amaral preparou a jogada para Arthur, que, da entrada da área, cortou a marcação e bateu rasteiro no canto direito do goleiro Ricardo, aumentando a vantagem para 2 a 0.

A impressão que se tinha era de uma goleada do GEF, mas o time desperdiçou muitas chances. Aos 20 minutos, Rafael Bundinha chegou pela direita e rolou para a batida de Bruno César, que parou nas mãos do goleiro Ricardo. Depois, Bruno César tentou novamente deixar o dele. O jogador saiu na cara do gol, tocou por cima de Ricardo, e a bola se perdeu na linha de fundo.

O Vila Nova se resumia apenas a chegadas de Tiago Piriá, lateral que foi muito acionado pelo ataque na primeira etapa. Na parte final do primeiro tempo, o tricolor conseguiu diminuir, em chute de Digão, que foi no canto esquerdo de Robert.

No segundo tempo, o placar permaneceu em 2 a 1, com GEF novamente não aproveitando os lances criados por seu ataque. Já o Vila procurou tocar mais a bola, com tranquilidade, e quase chegou ao empate, aos 20 minutos. Nicolas recebeu, cortou a marcação e mandou forte para grande defesa de Robert. Carlos também tentou deixar tudo igual em batida de fora da área, mas a bola passou à esquerda do gol adversário.

Mesmo com a expulsão do zagueiro Émerson, decorrente do segundo cartão amarelo – seguido de vermelho – recebido pelo jogador, GEF passou aperto, mas segurou o placar de 2 a 1 até o apito final do árbitro Nivaldo de Souza.

Artilharia

Com o gol marcado na vitória do GEF sobre o Vila, por 2 a 1, Arthur continua sendo o artilheiro do campeonato, com 25 gols. Na sequência, vem Fabrício Caceba, do Grei, com 12 gols, Bruno César, do GEF, com 11 gols, e Paulo Henrique, do CIT, com 11 gols, os quais fecham os cinco principais artilheiros.

Ficha técnica:

GEF: Robert; Rafael Bundinha, Émerson, Douglas e Amaral; Timinho, Fernando Henrique (Renê), Bruno César e Malaia (Dudu); Belchiorzinho (Erê) e Arthur. Treinador: Cláudio Macedo.

Vila Nova: Ricardinho; Jabazinho (Richard), Dudu Pop Shop, Paulo Tiago e Tiago Piriá; Éder, Vinícius, Bruno (Veio) e Ronaldo (Vítor Hugo); Digão (Carlos) e Nicolas. Treinador: Nélio Reis.

Gols no primeiro tempo: Amaral, aos 7 minutos, Arthur aos 11 minutos, e Digão, aos 42 minutos.

Cartões amarelos: Malaia e Arthur (GEF) / Veio (Vila Nova).

Cartão vermelho: Émerson (GEF).

Árbitro: Nivaldo de Souza

Assistentes: José Maria e Weslei Elias

Mesária: Priscila Goulart