Destaque »

Primeiro jogo da final do Ruralão termina empatado

20 de agosto de 2019 – 11:18 |

Domingo, 18 de agosto, foi dia do primeiro jogo da final do Campeonato Ruralão 2019, promovido pela Secretaria de Esportes, para Chácara Dona Adélia x Fazenda Máfia. O …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Meio Ambiente, Política

Governador Romeu Zema acompanha chegada de militares de Israel a Brumadinho

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, acompanhou nesta segunda-feira (28/1), em Brumadinho, a chegada das primeiras equipes de militares de Israel que vão ajudar nas buscas e salvamentos das vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho, ocorrido na última sexta-feira (25/1). Ele participou de uma reunião de alinhamento entre as forças de segurança do Estado e integrantes da delegação de Israel para definir como será o início dos trabalhos, ainda nesta segunda-feira.

“Estamos iniciando o trabalho junto com as forças do Exército de Israel. Vejo que, com a tecnologia deles, vamos aumentar a chance de encontrarmos novos sobreviventes e termos mais agilidade para encontrar vítimas, o que vai amenizar e muito a angústia que as famílias têm passado. Sei que palavras não satisfazem, mas compartilho as dores dos familiares e sou grato ao nosso pessoal que tem se empenhado muito, a Polícia Militar, a Polícia Civil, e o Corpo de Bombeiros, que têm feito o possível e o impossível. A partir de hoje, somando com as forças de Israel, esse trabalho vai ser ainda mais agilizado”, afirmou o governador em pronunciamento à imprensa. Após a reunião, ele fez um novo sobrevoo das áreas atingidas.

O comandante da tropa israelense, coronel Golan Vach, também chegou a Brumadinho e pontuou que os trabalhos começaram nas primeiras horas desta segunda-feira.

“Na primeira luz da manhã chegamos à área para ver onde entrar. Agora temos uma imagem do lugar e do que é preciso fazer. Nossa impressão é que os bombeiros estão fazendo um ótimo trabalho. É um lugar muito complicado e perigoso para trabalhar. Decidimos onde nossa delegação vai começar a atuar. Nossos primeiros militares já chegaram no local e o primeiro passo é fazer esforço para achar pessoas vivas. Isso vai ser feito por meio de aparelhos tecnológicos com sinais de celular. Espero que as encontremos e vamos trabalhar com radares para achar pessoas vivas ou vítimas fatais”, completou.

Neste domingo, 132 militares chegaram a Belo Horizonte vindos de Israel. O grupo, formado por soldados, oficiais e engenheiros especializados em resgate, trouxe os mais modernos equipamentos do mundo, como localizadores de sinal de celular, radares para água e sólidos, cães, câmeras, drones e máquinas hidráulicas para aumentar o potencial de busca. Eles se somarão às operações de busca e salvamento já em andamento com 200 bombeiros militares brasileiros especialistas em ações neste tipo de solo. São efetivos de Minas Gerais e de outros Estados, que já estão colaborando com mão-de-obra especializada.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, coronel Edgard Estevo, ressaltou que a equipe internacional vai “ampliar a condição de trabalho” no local.

O porta-voz dos Bombeiros, tenente Pedro Aihara, explicou que videoconferências estão sendo realizadas para adequar o funcionamento dos radares e aparatos tecnológicos trazidos pela delegação de Israel à realidade do local atingido pelo rompimento da barragem. Os equipamentos chegarão a Brumadinho ao longo de todo o dia.

Governo de Minas Gerais