Destaque »

Faltam 9 dias para o mineiro escolher os novos Presidente e o Governador

19 de outubro de 2018 – 20:12 |

Faltando nove dias para o embate final nas urnas, para a decisão do segundo turno da contenda eleitoral,  para o cargo de presidente da república do Brasil e para o cargo de  governador de Minas …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Cultura

Projeto Vidança se apresentará em Araxá a partir da próxima segunda-feira

Projeto conta com a participação de deficientes visuais que se apresentarão no salão do Serviço Social do Comércio (Sesc), a partir das 19h30.

 A cidade de Araxá receberá, a partir de segunda-feira, 20, a apresentação do projeto Vidança, que possibilita a pessoas portadoras de deficiência visual e a crianças carentes com faixa etária entre 3 e 10 anos terem contato com a cultura e a arte, por meio da dança. O lançamento desse projeto em Araxá será a partir das 19h30, no salão do Serviço Social do Comércio (Sesc).

Os participantes do projeto são elementos que fazem parte da entidade beneficente sem fins lucrativos, de Araxá, denominada Centro Educacional Louis Braille (Celb). Com cerca de 40 elementos, o grupo será heterogêneo, de faixa etária mista. Pretende-se, por meio desse projeto, proporcionar aos participantes igualdade de condições para desenvolverem seu potencial criativo, bem como facilitar-lhes o acesso a várias formas de expressões para que se sintam integrados.

O Projeto Vidança trabalha a expressão corporal com pessoas portadoras de deficiência visual , em que a dança inclusiva valoriza a participação de todos, aprendendo com suas diferenças e semelhanças.

O projeto ainda pretende desenvolver, por meio desse trabalho, consciência corporal, criatividade, socialização, comunicação e autonomia de todos os participantes.

Segundo o que consta ainda no projeto, as pessoas portadoras de deficiência sentem frequentemente dificuldades com a expressão própria, movimentos criativos e interpretação. Nos deficientes visuais, essas características são ainda mais acentuadas, devido à ausência de referências do mundo visual, visto que cerca de 90% dos contatos e estímulos entre pessoas não portadoras de deficiência são feitos pela visão.

A inclusão de pessoas categorizadas como portadoras de deficiências em seu contexto sociocultural tem possibilitado à sociedade abrir novas portas para que todas as pessoas possam usufruir dos bens culturalmente produzidos. O campo das Artes tem se apresentado como uma dessas portas.

A relação da dança com a deficiência é um extraordinário campo, por meio do

qual podem ser exploradas as construções sobrepostas da habilidade física do

corpo, a subjetividade e a visibilidade cultural.