Destaque »

Equipe de transição de Romeu Zema já tem adesão de 1.200 profissionais voluntários

17 de novembro de 2018 – 17:05 |

Cerca de 1.200 profissionais, com experiência em diversas áreas do conhecimento, já se apresentaram como voluntários para atuar em apoio à equipe de transição do governo Romeu Zema (Novo), na pesquisa e diagnóstico de 17 …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Agronegócios

Safra mineira de café deve alcançar 28,5 milhões de sacas neste ano

Anúncio_-_Safra_Café2A safra mineira de café deve atingir 28,5 milhões de sacas, representando 57% da produção nacional. Dentre os estados produtores, Minas Gerais foi o que apresentou o crescimento mais significativo. Em relação à safra do ano passado, o aumento é de 27,8% pautado, principalmente, pelo crescimento da produção nas regiões do Cerrado Mineiro e Sul do Estado. A safra brasileira deve ficar em 49,7 milhões, com aumento de 14,9% em relação à safra anterior. Os números fazem parte do Segundo Levantamento de Safra da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), anunciado nesta terça-feira (24/5), considerado o Dia Nacional do Café. Realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), na Cidade Administrativa, é a primeira vez que o anúncio de estimativa nacional de safra é realizado em Minas, principal estado produtor de café do país. Em Minas Gerais, a área total de café em produção deve ultrapassar um milhão de hectares, superior em 4,04% em comparação à safra passada e a produtividade média está estimada em 28,27 sacas por hectare, índice 22,82% acima do resultado obtido na safra 2015. As condições climáticas favoráveis, a bienalidade positiva no estado (que é a característica da cultura cafeeira de alternar safras altas e baixas), o aumento do uso da tecnologia, além da incorporação de novas áreas produtivas são alguns dos fatores que contribuíram para o bom desempenho das lavouras mineiras. Na avaliação do secretário de Agricultura, João Cruz, a safra mineira atinge um volume expressivo, após dois danos de baixa, e essa recuperação é fundamental. “Estamos sinalizando para o mercado internacional que temos condições de garantir o abastecimento em níveis mundiais e oferecendo produção de qualidade”, afirma. O café é o principal produto da pauta de exportação do agronegócio do estado, respondendo por 50,3% do valor exportado, totalizando US$ 3,7 bilhões. Para o presidente interino da Conab, Igor dos Santos Nascimento, essa recuperação é fundamental na medida em que implica em melhoria de renda do produtor rural, além de promover a dinamização de toda a economia, devido à importância do café para o estado.