Destaque »

Assinado o protocolo de intenções para instalação da fábrica da McCain em Araxá

16 de agosto de 2019 – 17:03 |

A assinatura do protocolo de intenções para a instalação da empresa McCain do Brasil Alimentos no município de Araxá, aconteceu na última sexta-feira, 9 de agosto, no Teatro …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Esporte

Premio Bola de Ouro da Fifa, será realizado na próxima segunda, dia 11

boladeouroNeymar, atacante do Barcelona, é um dos três finalistas do prêmio Bola de Ouro, concedido pela Fifa ao melhor jogador do ano. É a primeira indicação do atacante de 23 anos na maior premiação individual do futebol. Neymar terá como concorrentes Lionel Messi (Barcelona) e Cristiano Ronaldo (Real Madrid). A última vez que um brasileiro figurou na final da eleição do melhor do mundo foi Kaká, em 2007. Na ocasião, o meio-campista faturou o prêmio. O prêmio Bola de Ouro será entregue ao vencedor no dia 11 de janeiro, na próxima segunda-feira na Suíça. A escolha do melhor atleta do ano é feita com base em votação reunindo técnicos e jogadores de seleções e jornalistas. Cristiano Ronaldo e Messi já eram esperados para a final. Neymar disputava a terceira vaga com Luis Suárez. Na premiação pelo gol mais bonito do ano, a Fifa selecionou o brasileiro Wendell Lira, que fez o gol pelo Goianésia. Wendell concorrerá com Messi e Florenzi. Na categoria melhor técnico (futebol masculino) concorrem Pep Guardiola, Jorge Sampaoli e Luis Enrique. Os melhores técnicos no futebol feminino são Jill Ellis (EUA), Mark Sampson (Inglaterra) e Norio Sasaki (Japão). As três jogadoras finalistas do Bola de Ouro são: Carli Lloyd (EUA), Aya Myama (Japão), Celia Sasic (Alemanha). A indicação de Neymar ao prêmio de melhor do mundo coroa uma temporada brilhante. O brasileiro conquistou cinco títulos pelo Barcelona: Liga dos Campeões, Campeonato Espanhol, Copa do Rei, Supercopa da Uefa (essa última ele ficou de fora se recuperando de caxumba) e Mundial de Clubes. Neymar tem até agora 45 gols na temporada, 41 deles pelo Barcelona e quatro pela seleção brasileira. Neymar terminou a Liga dos Campeões 2014-15 como um dos artilheiros (10 gols). Na Europa desde 2013, Neymar passou recentemente por sua maior prova: substituir Messi. Sem o craque argentino na equipe catalã (que se recuperava de lesão), Neymar contribuiu para manter o alto rendimento do Barça em campo, formando dupla com Luis Suárez. O camisa 11 do time catalão desponta na artilharia do Campeonato Espanhol. Pela seleção brasileira, Neymar não apresentou o mesmo volume de jogo. Ele falhou no maior desafio: a Copa América. Neymar foi expulso na 1ª fase contra a Colômbia, levou gancho da Conmebol e deixou a competição. Nas Eliminatórias messineymarcronaldoda Copa, Neymar disputou apenas uma das três partidas, com rendimento apenas regular. Os concorrentes de Neymar ao prêmio de melhor do mundo estão acostumados com a disputa. Lionel Messi é finalista pela nona vez e ganhou 4 vezes o prêmio, contra 3 títulos do português (que faz sua oitava final de Bola de Ouro).  O Bola de Ouro foi criado em 1956 pela revista francesa France Football. Em 1991, a Fifa uniu a premiação. Cinco brasileiros ganharam o troféu de melhor do mundo: Romário (1994), Ronaldo (1996, 1997 e 2002), Rivaldo (1999), Ronaldinho (2004 e 2005), além de Kaká (2007).