Destaque »

Assinado o protocolo de intenções para instalação da fábrica da McCain em Araxá

16 de agosto de 2019 – 17:03 |

A assinatura do protocolo de intenções para a instalação da empresa McCain do Brasil Alimentos no município de Araxá, aconteceu na última sexta-feira, 9 de agosto, no Teatro …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Agronegócios

Projeto com foco em agricultura sustentável foi lançado em Brasília

3.700 produtores rurais de sete estados brasileiros serão beneficiados por meio da aplicação de recurso doado pelo governo do Reino Unido

Aconteceu, no ultimo dia 14 de agosto, às 10h no auditório da EMBRAPA, Sede em Brasília, o lançamento oficial do projeto “Agricultura Sustentável para Desenvolvimento Rural”. O evento contou com presença de mais de 140 autoridades brasileiras e britânicas.

Através do projeto, o Brasil vai receber, como doação do governo do Reino Unido, R$ 80 milhões para investimento em agricultura sustentável. Ao todo, serão 3.700 produtores rurais de sete estados brasileiros beneficiados e incentivados a gerirem suas propriedades de forma mais sustentável.

Cada estado brasileiro terá como investimento cerca de R$ 10 milhões, incluindo apoio financeiro, assistência técnica e gestão do projeto, monitoramento e avaliação.

Quem implementará o trabalho será o BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento, juntamente, com instituições financeiras operadoras de crédito agrícola. Em termos de doação, é o maior recurso já recebido pelo Banco em toda a sua história na América Latina.

De acordo com Renato Brito, criador do projeto e Coordenador-Geral de Sustentabilidade Ambiental do Mapa – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – e chefe-adjunto da AGE – Assessoria de Gestão Estratégica, o projeto é um piloto para o desenvolvimento estratégico da agricultura brasileira e para o impacto ambiental positivo que visa atingir. “Trata-se de um investimento nas estratégias de redução do desmatamento através do fortalecimento da agricultura sustentável, representando mais que uma cooperação entre ministérios, um projeto entre Governos”, afirma.