Destaque »

Fiscais da Vigilância Sanitária de 8 cidades participam de oficinas em Araxá

21 de maio de 2019 – 16:42 |

Os profissionais que trabalham com fiscalização no setor de Vigilância Sanitária na Microrregião do Planalto de Araxá se reuniram no último final dee smeana.  Nos encontros as equipes participaram de oficinas onde …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home »

“OS GRANDES CINEASTAS BRASILEIROS” “CACÁ DIEGUES”

Francisco José Géa

Cacá Diegues, outubro de 2013

Seu nome completo é CARLOS JOSÉ FONTE DIEGUES, nasceu em Maceió, Alagoas, em 21 de março de 1940, estando atualmente com a idade de 78 anos de idade.

A sua iniciação no cinema, deu-se quando ele no inicio dos anos sessenta foi morar em   Paris, e lá conheceu a Cinemateca, e como já era um apaixonado por cinema, na França freqüentou diversos cursos de cinema, como produção, montagem, direção, roteiros e etc.. Aprendeu muita coisa que na sua volta ao Brasil, possibilitou na realização de grandes filmes.

Nasceu em Alagoas, mas a su formação aconteceu toda na cidade do Rio de Janeiro, onde foi criado e educado, pois a sua família mudou-se para a Cidade Maravilhosa, quando ele ainda era criancinha.

O seu início foi dentro das dependências do Museu de Arte Moderna do Rio, sempre freqüentando a Cinemática daquele museu. Enfim era um verdadeiro apaixonado pelo cinema.

Dirigiu filmes documentários experimentais, documentários em 16/mm, frequentou muitos cines-clubes, foi roteirista de alguns filmes, é um dos fundadores do ciclo do chamado “CINEMA NOVO”, do cinema brasileiro, escreveu como um ótimo cronista para diversos jornais brasileiros, um ótimo comentarista para a televisão, dirigiu magníficos filmes e ano passado foi eleito com um dos imortais integrantes da “Academia Brasileira de Letras”, onde ele ocupou a vaga deixada justamente por outro grande cineasta, que havia nos deixado, que foi o grande Nelson Pereira dos Santos.

O que pressinto é que CACA DIEGUES vai trazer mais inteligência, mais pensamento democrático, mais idéias plurais e mais aceitação, para aquela tão importante intuição cultural e literária, que este ano já completou 121 (cento e vinte um) anos de fundação, a casa de Machado de Assis, acho ficou mais rica e mais gloriosa com a presença de CACA DIEGUES, disto tenho a mais absoluta certeza.

“FILMOGRAFIA DOS SEUS PRINCIPAIS FILMES”

“CINCO VEZES FAVELA” 1962 – no episódio “Escola de Samba Alegria de Viver”

“GANZA ZUMBA” – 1964

“A GRANDE CIDADE” – 1966

“OS HERDEIROS” – 1971

“QUANDO O CARNAVAL CHEGAR” – 1972

“A ESTRELA SOBE” – 1974

“JOANA FRANCESA” – 1975

“XICA DA SILVA” – 1976

“CHUVAS DE VERÃO” – 1977

“BY BY BRASIL” – 1979

“QUILOMBO” – 1984

“UM TREM PARA AS ESTRELAS” – 1987

“DIAS MELHORES VIRÃO” – 1988

“TIETA DO AGRAESTE” – 1986

“ORFEU” – 1999

“DEUS E BRASILEIRO” – 2003

(FIM)

Francisco José Géa