Destaque »

Francelino Cardoso Júnior: Levando a vida contando boas histórias

21 de setembro de 2018 – 16:59 |

No final da semana que passou ( sexta-feira, dia 14 de setembro),  os pequenos alunos da Escola Municipal Alice Moura de Araxá, foram presenteadas com a visita do …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home »

Maria Cármen Ávila de Paiva

Nas ruínas do Hotel Rádio

Standup Paddle

Oi, gente. Tudo bem? Para viajar, não precisamos necessariamente sair da cidade. “Como assim?” – vocês podem me perguntar. E eu respondo com um exemplo da nossa Araxá, que tem o seu próprio refúgio: o complexo do Barreiro, em especial o Grande Hotel.

Ficar hospedado nesse hotel, que hoje é administrado pela rede Tauá, é sempre uma grande experiência. A cada ida, uma nova descoberta, um novo olhar…

Neste Carnaval, tive a oportunidade de passar o feriado com minha família lá. Sempre tinha atrações para quem quisesse festejar. Todos os dias à noite, tinha algum show. Teve baile de máscaras, shows com Paulinho Torres e Elaine, bateria de escola de samba e também show com a banda 100% Chinelinho, na área da piscina. A todo momento, víamos gente fantasiada, no melhor espírito carnavalesco. Mas, tudo bem democrático, deixando a critério do hóspede se aderia ou não. Mas, como a folia não era o foco do hotel, os shows nunca passavam da meia noite.

Por ser um resort, a programação mais intensa era durante o dia, sendo uma ótima opção para pais levarem seus filhos. Os recreadores, conhecidos por Taualegres (Tio Tody, Tio Sid e cia), fazem jus ao nome e distribuem alegria por onde passam. Cabe ressaltar que não é só para as crianças que existe opção de lazer, mas para todas as faixas etárias.

São tantas as atrações, que quatro dias foram pouco para fazer tudo o que era oferecido. Durante o feriado, pude curtir os desafios/jogos na piscina, participei da hidroginástica, ouvi o músico Adriano Rivas tocando, fiz arco e flecha, a trilha para o Hotel Rádio, joguei bingo, andei de stand uppaddle( dessa vez, sem cair na lagoa, igual aconteceu da outra vez que me hospedei e me aventurei)… Gostei tanto do stand up, que fiquei com pesar de não ser aberto para quem mora em Araxá…

Mas, o que muita gente não sabe, é que tem algumas atividades abertas para quem é da cidade. Por exemplo, eu fui como hóspede, mas é possível ir como visitante e conhecer um pouco da história do lugar, fazendo um tourpelo hotel e pelas Termas, ouvindo preciosidades, pagando um preço acessível. Durante o relato do guia Thiago, aprendi que Getúlio Vargas recomendou que móveis de alguns cômodos do hotel fossem feitos em tamanho menor, uma vez que o ex-presidente tinha baixa estatura. Curiosidades como essa e muitas outras, envolvendo os materiais que vieram da Europa para que o hotel fosse erguido, em plena II Guerra Mundial, passando pelo auge e proibição dos Cassinos, são contadas durante a visitação.Se tiver interesse, as visitas ocorrem de segunda à sexta, às 11:40 e às 14:00 e aos sábados, às 10:00 e às 14:00.

Também é interessante comentar que, quem comprova residência em nosso município, consegue descontos de 20% nos preços dos serviços das Termas. Eu desfrutei de duas massagens, as quais super indico: quatro mãos e ayuvérdica. A experiência é transcendental, por tudo o que ambiente propicia… Outro ponto que eu não sabia, é que, em baixa temporada, um banho termal entra em promoção de 50% durante a semana. Curtiu? Então, escuta só…Ainda vem mais novidade boa por aí. Conversei com a Gladys Sayegh, que está gerenciando as Termas, e ela me adiantou que vai implementar um plano para atrairaraxaenses para usufruírem com maior frequência dos serviços oferecidos. Mais pra frente, a gente conta com detalhes como vai funcionar direitinho.

Espero que tenham gostado. Eu amei tudo: da receptividade, à estrutura. E o melhor: é logo ali… Então, beijos e até breve, se Deus quiser.