Logo Jornal Interação

O Instituto Senai de Inovação em Eletroquímica do Paraná, de Curitiba (PR), inaugurou uma planta piloto de pesquisa e desenvolvimento de baterias de lítio e de supercapacitores. A unidade permitirá a produção e teste de novas tecnologias de baterias de lítio utilizando materiais nacionais.

Em operação, segundo divulga o Senai em comunicado, várias indústrias nacionais poderão se beneficiar, entendendo em detalhes o processo produtivo das baterias e, consequentemente, avaliando como produzir matéria-prima para a baterias de íon-lítio. Além disso, a iniciativa tende a formar massa crítica para trabalhar com as tecnologias.

A planta piloto permitirá o desenvolvimento das baterias em diferentes formatos, desde a cilíndrica, tipo pouch cell, até a “botão” e a prismática. A unidade também estará configurada para desenvolver supercapacitores, que são dispositivos de armazenamento de energia similares às baterias.

Com a parceria da CBMM – Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração, a planta piloto deve desenvolver no País vários materiais componentes – cátodos, ânodos, eletrólitos e separadores – destas baterias, permitindo testar os materiais em uma célula completa, o que pode formar a cadeia produtiva no Brasil. A médio prazo, espera-se o surgimento de empresas que possam produzir no território nacional estes componentes para a produção e a comercialização em escala industrial de baterias de íon-lítio.

Por Editor1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *