Logo Jornal Interação

Maria Cecilia e Rodolfo, uma das duplas de maior sucesso na música sertaneja!

 

Impossível falar em música sem citar Maria Cecilia e Rodolfo. Juntos, formam o único casal do sertanejo. Despontaram para o mercado nacional em 2009 com ‘Você de Volta’. Depois, uma infinidade de hits capaz de compor o setlist de um show completo.

 

Sucessos como ‘Coisas Esotéricas’, ‘Três Palavras’, ‘A Fila Andou’, ‘Quem Ama, Cuida’ e ‘O Troco’ fazem parte do repertório da apresentação que os cantores levam por todo o país. “Estar no palco é sinônimo de felicidade pra gente. A música nos completa”, diz Maria Cecilia.

 

Essa troca de energia é o que nos mantém felizes. Honrados e muito agradecidos em poder levar as nossas músicas para os fãs espalhados em todo o Brasil”, fala Rodolfo.

 

Nas apresentações, Maria Cecilia e Rodolfo proporcionam uma experiência única. A história musical se funde aos novos sucessos e homenagens, resultando em um repertório extraordinário, cantado do início ao fim pelo público.

 

Donos de uma musicalidade particular, se conheceram na faculdade de zootecnia, em Campo Grande (MS). São um dos responsáveis pela reinvenção do gênero, apresentando uma batida diferente e muito mais dançante às canções, letras diretas e atuais, e foram um dos precursores do movimento ‘sertanejo universitário’. O formato, quando surgiram, também era novo, um homem e uma mulher cantando juntos em um cenário que, até então, era dominado, em sua maioria, por homens.

 

O primeiro registro aconteceu em Campo Grande e, no setlist, ‘Você de Volta’. Ainda neste álbum, as consagradas ‘A Fila Andou’, ‘Mato e Morro Por Você’ e ‘Coisas Esotéricas’.

 

Na sequência, em 2009, o primeiro DVD, ‘Ao vivo em Goiânia’, e a explosão musical. As pessoas pareciam não entender a nova onda que tinha nascido em Campo Grande e, agora, conquistado o país.

 

‘Você de Volta’ também se transformou em tema de novela, entrando no repertório da global ‘Paraíso’. O álbum ‘Ao vivo em Goiânia’ rendeu o primeiro disco de ouro.

 

Em 2010, Maria Cecilia e Rodolfo gravaram o segundo DVD, desta vez em São Paulo, e mais músicas alcançaram o sucesso: ‘Os Dias Vão’, ‘Três Palavras’, ‘Tchau Tchau’ e ‘O Troco’.

 

A relação profissional se transformou em amor. Em 2012, Maria Cecilia e Rodolfo se casaram. São pais de Pedro e, agora, de Martín.

 

O DVD ‘Com Você’ foi um marco na vida dos cantores, mas também da cidade de Campo Grande. Registrado em 2012, no Parque das Nações Indígenas, bateu o recorde de público com a presença de mais de 120 mil pessoas.

 

Convictos da missão que possuem com a música, decidiram apostar no CD ‘Espalhe Amor’ – nome também da música de trabalho e que se tornou tema da vida de muitas pessoas.

 

O CD e DVD ‘Em Fases’, de 2016, apresentou o momento mais maduro dos artistas. No repertório, ‘Pedacinho De Nós Dois’, ‘Apenas Me Ama’, ‘Dói Só De Pensar’ e ‘Depois Da Briga’ – que superou os 43 milhões de views orgânicos no canal oficial do YouTube.

 

‘À Vontade’ foi o primeiro ensaio da carreira de Maria Cecilia e Rodolfo. Descalços e totalmente entregues, gravaram sete faixas inéditas, dentre elas, ‘Namoro Démodè’ e ‘Medo De Te Perder’, dois grandes sucessos.

 

Em fevereiro de 2019, abriram as portas da casa onde moravam, no interior de São Paulo, para mais um registro. ‘De Portas Abertas’ contou com muitas participações especiais e rendeu alguns presentes, como ‘Quase Amor’- lançada com destaque nas principais playlists do Spotify.

 

Em meio a pandemia, em 2021, a dupla disponibilizou ‘Onde Tudo Começou’. O registro, com oito regravações, é fruto de uma transmissão ao vivo no YouTube.

 

De volta a Campo Grande, Maria Cecilia e Rodolfo fizeram uma reverência à musicalidade tão particular do estado e presentearam os fãs com a autoral “Se Eu Existo É Por Você”, uma guarânia que exaltou a tradição de Mato Grosso do Sul. A faixa também se transformou em filme, considerado um dos trabalhos mais bonitos de toda a carreira.

 

No início de 2022, lançaram o projeto audiovisual ‘Na Hora H. A gravação aconteceu em Campo Grande (MS), na Valley Pub. A saudade dos palcos era tão grande que aproveitaram a apresentação, marcada em dezembro de 2021, para se tornar mais um registro. ‘Na Hora H’ traz sete faixas inéditas.

 

Para encerrar o ano, e dentro das comemorações pelos 15 anos de sucesso, os artistas escolheram seis faixas para compor Duo’s, um álbum carregado de memórias afetivas. Considerado por eles o projeto mais plural da carreira, resgataram “Mais uma noite sem você”, de Wilson e Soraia, “É Isso aí”, de Seu Jorge e Ana Carolina, “Meu primeiro amor”, gravada por Cascatinha e Inhana, “Não se vá”, hit nas vozes de Jane e Herondy, “Nada é por acaso”, clássico eternizado por Sandy e Junior, e “Se você quer voltar pra mim”, de Fafá de Belém e Roberto Carlos.

 

Neste ano, em Belo Horizonte, Minas Gerais, e ao lado de amigos da música, eternizaram Maria Cecilia e Rodolfo – 15 Anos, mais um projeto audiovisual histórico, repleto de regravações e novas canções.

 

Entre números e marcas que impressionam, contabilizam 15 anos de carreira, mais de 10 milhões de cópias vendidas, discos de platina, discos de ouro e dezenas de músicas que se transformaram em hit. Juntos, Maria Cecilia e Rodolfo escreveram uma das histórias mais bonitas da música brasileira e mostraram que a verdade, presente na trajetória, foi o grande diferencial, o que os tornou únicos e especiais.

 

Imagens em https://photos.app.goo.gl/yg8GrnduTfTvRkYL9   (créditos para Molento)

 

MCeR nas redes

@mariaceciliaerodolfo

facebook.com/mariaceciliaerodolfo

tiktok.com/@mariaceciliaerodolfo

youtube.com/mariaceciliaerodolfo

Por ego

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.