Destaque »

Centro Julio Dário realiza campanha de combate à violência contra idosos

27 de novembro de 2020 – 17:26 |

Com o incentivo do Conselho Municipal do Idoso, as ações buscam a conscientização de toda a comunidade sobre os diversos tipos de violência contra as pessoas da terceira idade.
 
A primeira etapa da campanha aborda o …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Diversos

Cristiano Ricci é campeão Brasileiro de Parapente nos céus de Araxá

campeao-cristiano-ricci

Cristiano Ricci

Mineiro de Poços de Caldas, Cristiano Ricci da Silva, (Vermelho) superou os mais de 120 pilotos vindos de várias partes do Brasil além de Argentina, Suiça e Canadá que participaram da etapa de Araxá e conquistou o título de  campeão brasileiro de Parapente no último sábado na Rampa Horizonte Perdido.

Cristiano chegou em Araxá em 4º lugar no campeonato posição que conquistou na etapa de Castelo no Espírito Santo no inicio do ano, apenas 38 pontos do líder do campeonato Gilmar Couto.  Das 7 provas programadas para etapa de Araxá do dia 03 de setembro ao dia 10,  três etapas foram canceladas e das quatro validas Cristiano venceu duas chegando na última prova realizada no sábado dia 10, 68 pontos à frente do segundo colocado Marcelo Prieto. O dia amanheceu ensolarado, a força e direção  do vento indicavam que provavelmente haveria prova, muita ansiedade e concentração até a definição da prova pela comissão, seria precisamente mais 92,7 km até o aeroporto da usina de Jaguara exatamente na divisa de Minas e São Paulo próximo a cidade paulista de Rifânia. Janela aberta para decolagem Cristiano rapidamente partiu para decolagem juntamente com os principais pilotos que ainda buscavam melhor colocação no campeonato brasileiro e o Open de Araxá, o start foi as 13 h, dois blocos com dezenas de parapentes partiram juntos rumo ao goal,  02:11:24 foi o tempo que “vermelho” levou para completar a prova chegando na quarta posição 2:04 m atrás do vencedor do dia Rafael Saladine, Marcelo Prieto que buscava o título chegou 15 minutos depois na 10ª colocação consolidando o titulo do Poços-caldense. A quarta colocação garantiu também para Cristiano o título do 19º Open de Araxá, fazendo parte também dos vencedores de Araxá. São vários títulos no currículo mas é a primeira vez que Cristiano consegue o título brasileiro,”estou muito feliz, agradeço a Deus por mais esta conquista, vim muito confiante para Araxá, foi muito difícil mas felizmente consegui vencer”.

A festa foi completa nos 7 dias de evento, publico presente pode desfrutar de uma excelente estrutura, no sábado da final  além do show dos parapente a público pode desfrutar de ótimas bandas tocando durante o dia e se estendeu até grande parte da noite. De acordo com um dos organizadores,  Nasser Abdanur o evento foi um sucesso, apesar das dificuldades com apoio e patrocínio nada comprometeu a qualidade do evento, tanto público e pilotos participantes elogiaram muito o evento.

Araxá mais uma vez confirma ser um dos melhores lugares para prática do vôo livres, foram 7 dias de competição dos quais foram realizadas 4 provas com uma somatória de 322,6 km sendo que todas as provas teve vários pilotos que chegaram ao goal.

Campeonato Brasileiro 2016

Categoria Open

1º –  CRISTIANO RICCI DA SILVA                – ozone-enzo 2                  Nafar, SMEL, Black Bird, Naviter Brasil                   7188 pontos

2º – MARCELO PRIETO – OZONE-ENZO 2               Sol Paragliders / Vento Sul                                                        7082 pontos

3º – DEONIR SPANCERSKI  – OZONE-ENZO 2                                                                                                     7040 pontos

4º – GILMAR DE JESUS COUTO – gin gliders-boomerang 10  Pousada Pico do Gavião                               7033 pontos

5º – ERICO LEONARDO FIGUEIRA DE OLIVEIRA – NIVIUK-ICEPEAK 8 ActionFly Rio / Niviuk BR / CSCVL  7029 pontos

Categoria Sport

1º – MOISES SODRE – SKYWALK-CAYENNE5         Deus é Fiel                                                                             6106 pontos

2º – WEYDER CRAVO COELHO BARROS  – SKYWALK-CAYENNE 5                 F. Scherer Fitness                                    6092 pontos

3º – RAMON MOREIRA DA SILVA – skywalker-caiene5   conecta internet banda larga, PMAD, Douglas  5857 pontos

4º – LUIS CARLOS FAGUNDES FILHO [C] – GIN-GTO 2      SERRA DIESEL                                                           5508 pontos

5º – JEISON ZEFERINO BRITO  Gin-Gto2                 macpara brasil, naviter oudie 4, Radicais Livres                             5499 pontos

Categoria Feminino

1º – ELIANA ALVES NUNES DIAS               F BRA – Sky-Argos           Pousada Pico do Gavião                                     2350 pontos

2º – ELISA PEREIRA EISENLOHR F BRA – Ozone-Delta 2   Escola FlySafe – Governo do Estado do RJ       1342 pontos

3º –  ANA GLECIA AMARO CHAVES F BRA [C] – SKYWALK-CAYENNE4  SUPERAR Escola de Voo livre       639 pontos

19º Open de Araxá

Categoria Open

1º –  CRISTIANO RICCI DA SILVA                – ozone-enzo 2                  Nafar, SMEL, Black Bird, Naviter Brasil                   2902 pontos

2º – SAMUEL DE OLIVEIRA NASCIMENTO – GIN-BO. 10 Sol Paragliders / Mazzoty Jeans / DiColore / N. Forma 2888 ptos

3º – RAFAEL MONTEIRO SALADINI  – Ozone-Enzo 2                                                                                             2887 pontos

4º – CLAYTON ALVARENGA RESENDE – GIN –BO.G10-GINIE RA                                                                     2802 pontos

5º – LUCIANO HORN       M           BRA       [D] – Gin Gliders-Boomerang 10               FLY BY ED                  2800 pontos

Categoria Sport

1º – WAGNER ALVES ANTUNES                 M           BRA       [C] – UP-TRANGO XC3   FLY BY ED                                     2547 pontos

2º – HARLEY BARBOZA TAVARES               M           BRA       [C] – GIN-BOOMERANG GTO 2                         2410 pontos

3º – MOISES SODRE – SKYWALK-CAYENNE5         Deus é Fiel                                                                               2402 pontos

Categoria Feminino

1º – MOU YIN KAO  ARG  – NIVIUK-PEAK 4           ADRIAN                                                                                   2070 pontos

2º – ELIANA ALVES NUNES DIAS               F BRA – Sky-Argos           Pousada Pico do Gavião                                     1203 pontos

3º –  ANA GLECIA AMARO CHAVES F BRA [C] – SKYWALK-CAYENNE4  SUPERAR Escola de Voo livre       619 pontos

 Todas as provas

Prova 01

dsc_5568O primeiro dia de prova foi de muita expectativa; o dia iniciou com sol e ventos fortes, e, rapidamente, as formações prometiam um dia muito bom para realização da prova. Antes de cada prova, uma comissão formada por organizadores e pilotos define qual prova ideal para aquele dia. Foi definido goal, em Arraial de São João, no portal de entrada do Parque Nacional da Serra da Canastra, com 75 km de distância. Confirmando o acerto da comissão de prova, 62 pilotos conseguiram chegar no goal. O vencedor do dia na categoria open foi Cristiano Ricci “Vermelho”, com menos de 1h38’ de prova, voando de Ozone Enzo 2 “Turbo Challenger”. Chegando em segundo, logo atrás, Marcelo Prieto (Cecéu), e, em terceiro, Rafael Saladini. Na categoria feminino, em primeiro chegou a piloto argentina Mou Yin Kao, em segundo, Ana Glécia, em terceiro, Eliana Alves. Pilotos aprovaram o nível da prova, e aqueles que ainda não conheciam o voo em Araxá ficaram impressionados com a condição de voo e a beleza natural da região.

Prova 02

O segundo dia de prova no Open Araxá apresentou vento forte, com formações de nuvens um pouco diferentes ao dia anterior, os chamados cirrus (camada fina de nuvem em alta altitude que atrapalha a formação de boas ascendentes térmicas). Aos poucos, a condição foi melhorando, e a comissão de prova novamente acertou, realizando uma prova de 64 km até a cidade de Sacramento, com 79 pilotos chegando no goal. Samuel Nascimento de Ozone Enzo 2 com o tempo de 1h e 17m foi o vencedor na categoria Open; em segundo, chegou Donizete Lemos e em terceiro, Albert Ramos. Na feminino, a argentina Mou Yin Kao venceu. Em seguida, chegou Eliana Alves e em terceiro, chegou a também argentina Silvina Marti.

dsc_5564Prova 03

A prova do dia 6 foi cancelada devido à mudança de direção do vento (Sul) que passou a entrar de cauda na rampa, o que impossibilita a decolagem dos pilotos, além de estar muito forte. Mesmo sem previsão de voo, a maioria do pilotos sobe até a rampa para curtir o lugar e aproveitar a estrutura do local.

Prova 04

Feriado da Independência levou um  grande público para a rampa Horizonte Perdido, que ficou maravilhado com o show de dezenas de parapentes enroscando em uma mesma térmica, proporcionando uma beleza incomum. Condições de voo perfeitas para realizar uma boa prova, a comissão definiu uma prova maior com 91km decolando na rampa, passando sobre o arraial da Argenita, sobrevoando o trevo de Ibiá na BR-262 e finalmente pousando ao lado do posto Xodó, na BR-262. Com 1:57:07, Clayton Resende venceu a prova, com Cristiano Ricci em segundo e Gustavo Serenini  em terceiro. Na categoria Feminina, a argentina Mou Yin Kao venceu, Ana Glécia em segundo e Eliana Alves em terceiro; quarenta pilotos chegaram no goal.

Prova 05 foi cancelada

Mau tempo

Prova 06 foi cancelada

Mau tempo

dsc_5539Prova 07

As condições boas voltaram, a disputa do campeonato brasileiro e do open  totalmente aberta, e os vencedores seriam definidos no detalhe, janela aberta rapidamente os céus de Araxá estava estampado de velas coloridas, a prova foi definida para o aeroporto da represa de Jaguara com um percurso de 92km. O piloto Rafael Salani voou muito e venceu a prova com um tempo de 2:09:20, chegou em segundo Luciano Horn e em terceiro Pablo Rodarte; o mineiro Cristiano Ricci chegou em quarto e garantiu o título do Campeão Brasileiro e Campeão do 19º Open de Araxa.

dsc_5623 dsc_5656 dsc_5678 dsc_5682 sr-elcio-nenem-marcou-presenca-no-19o-open-amante-do-voo-livre-foi-responsavel-por-varios-anos-pelo-resgate-dos-pilotos voo-livre-2016-19