Destaque »

Comandante da Capitania Fluvial de Minas Gerais visita Araxá

20 de fevereiro de 2020 – 19:24 |

A Capitania Fluvial de Minas Gerais, com sede em Belo Horizonte desde dezembro de 2018, está ampliando sua área de atuação e deve instalar unidades no Triângulo Mineiro e região do Rio Paranaíba. No …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Cultura

COLUNA DO FRANCISCO JOSÉ GÉA

 

“SAUDADES DOS ANOS 60”

“NOS TEMPOS DA JOVEM GUARDA”

POR FRANCISCO JOSÉ GÉA

Parte Final

 

 

“PAULO SÉRGIO”

Foi um outro verdadeiro fenômeno que surgiu em 1968, dentro da música jovem, entretanto por que muitos o achavam como um imitador ou um rival de Roberto Carlos, não foi convidado para integrar o famoso programa “A Jovem Guarda”, da Tv Record, e assim praticamente teve que levar a sua carreira, assim como se fosse um cantor “free-lance”.

Paulo Sérgio foi lançado pela pequena gravadora Caravelle, mas devido ao seu enorme sucesso foi contratado pela Copacabana Disdos, uma gravadora de maior potencia e que teve a primazia  de lançar os maiores sucessos.

Paulo Dérgio, foi também um ótimo cantor, possuidor de uma linda voz, com um belo timbre vocal, com um ótimo repertório, sempre com musicas românticas, apaixonadas e bem tristes.

Os seus maiores e inesquecíveis sucessos dentro do segmento da Jovem Guarda foram as seguintes: “A ÚLTIMA CANÇÃO”, “PELO AMOR DE DEUS”, “NO DIA EM QUE EU PARTI”, “DISTANCIA INGRATA”, “O AMANHÃ ESPERA POR NÓS DOIS”, “CAPELA”, “COROAÇÃO”, e a tristíssima e nostálgica “NÃO CREIO EM MAIS NADA”.

PAULO SERIGO foi um verdadeiro injustiçado dentro do movimento da Jovem Guarda, ele ficou com um capítulo a parte como “um estranho no ninho” ou “patinho feio” do movimento, entretanto ele foi muito bom cantor e deixou o seu registro na história da MPB. Faleceu bem jovem e deixou muitas saudades.

 

“AS MAIS BONITAS E MELHORES MÚSICAS DA JOVEM GUARDA”

“A NAMORADINHA DE UM AMIGO MEU” – Roberto Carlos

“O CALHAMBEQUE” – Roberto Carlos

“QUERO QUE VÁ TUDO PRO INFERNO” – Roberto Carlos

“EU TE AMO DEMAIS” – Roberto Carlos

“ESCREVA UMA CARTA MEU AMOR” – Roberto Carlos

“ESQUEÇA” – Roberto Carlos

“SE VOCÊ PENSA” – Roberto Carlos

“CIUME DE VOCÊ – Roberto Carlos

“EU SOU TERRÍVEL” – Roberto Carlos

“GATINHA MANHOSA” – Erasmo Carlos

“O TREMENDÃO” – Erasmo Carlos

“VEM QUENTE QUE EU ESTOU FERVENDO” – Erasmo Carlos

“TERNURA” – Wanderléa

“PARE O CASAMENTO” – Wanderléa

“É O TEMPO DO AMOR” – Wanderléa

“SERÁ VOCÊ – Wanderléa

“POBRE MENINA” – Leno e Liliam

“CORAÇÃO DE PAPEL” – Sérgio Reis

“EU DARIA A MINHA VIDA” – Martinha

“O BOM” – Eduardo Araujo

“MINHA PRIMEIRA DESILUSÃO” – Silvinha

“A GAROTA DO ROBERTO” – Waldirene

“CORUJA” – Deno e Dino

“MEU PRIMEIRO AMOR” – Renato e Seus Blue Caps

“VOCÊ NÃO SOUBE AMAR” – Renato e Seus Blue Caps
“OBRIGADO PELA ATENÇÃO” – Renato e Seus Blue Caps
“PELO AMOR DE DEUS – Paulo Sérgio

“O MILIONÁRIO” – Os Incriveis

“A POBREZA” – Os Vips

“meu bem” – Ronie Von

“A PRAÇA” – Roinie Von

“MANCHINHA NO LENÇO” – Katia Cilene
“QUERIDA” – Jerry Adriani

“TUDO ACABOU” – Jerry Adriani

“NINGUÉM PODERÁ JULGAR-ME” – Jerry Adriani
“PRESTE ATENÇÃO” – Wanderley Cardoso

 

“EPÍLOGO”

Muitos anos já se passaram, mas ainda é surpreendente notar o frescor, a alegria e a jovialidade que estas canções ainda proporcionam. A permancencia de muitas destas melodias, ainda encantam com a mesma maneira que encantavam há 5 décadas. Portanto, amigo leitor, após a leitura deste trabalho, faço a sugestão, que procure ouvir e conhecer algumas destas inesquecíveis músicas, só que antes de ouvi-las, sonhe, feche os olhos e sinta que o REI (Robert Carlos, junto com o TREMENDÃO (Erasmo Carlos), ao lado da “Gatinha Manhosa” da TERNURINHA (Wanderléa), ainda vivem.

(FIM)