Destaque »

Posse do Conselho Municipal do Idoso de Araxá

20 de maio de 2019 – 17:08 |

A posse dos novos conselheiros e eleição da Diretoria Executiva do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa de Araxá (CMIA) para o mandato do biênio 2019 -2021, aconteceu nesta terça-feira, 14, no Centro …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Destaque, Notícias

Estudante araxaense ingressa na Escola Preparatória de Cadetes do Exército

O estudante araxaense Fábio Aurélio Alves Ashidani de 18 anos, é o mais  novo integrante da EsPCEx, a conceituada e concorrida  Escola Preparatória de Cadetes do Exército Brasileiro. A cerimônia de matrícula de Fábio Aurélio,  na EsPCEx, na cidade de Campinas, aconteceu em fevereiro passado e foi acompanhada de perto pelos pais e familiares do mais novo aluno da  Escola Preparatória de Cadetes do Exército. Ele já está na cidade de Campinas desde o dia 22 de janeiro passado, onde ficará por um ano, e em seguida ficará 4 anos na AMAN – Academia Militar das Agulhas Negras na cidade carioca de Resende. O curso tem um total de 5 anos.  A EsPCEx, localizada na cidade de Campinas, SP, é a unidade de ensino militar do Exército responsável por selecionar e preparar os jovens para o ingresso no Curso de Formação de Oficiais das Armas, do Quadro de Material Bélico ou do Serviço de Intendência. A seleção é feita anualmente, por meio de um concurso de admissão de âmbito nacional, no qual são oferecidas cerca de 400 vagas para o sexo masculino e 45 vagas para o sexo feminino. Filho dos professores  araxaenses Valma Alves Ashidani e Pedro Júnior Ashidani, Fábio Aurélio, ex- aluno do Colégio Atena de Araxá, teve que vencer várias etapas para ingressar na EsPCEx. Além de ter que ser brasileiro nato, o candidato a uma vaga na Escola, tem que  possuir idade de, no mínimo, 17 e, no máximo, 22 anos, completados até 31 de dezembro de 2019 (ano da matrícula);  ter concluído ou estar cursando (no ano da inscrição) o 3º ano do Ensino Médio. O Processo Seletivo é composto por exame intelectual, inspeção de saúde, exame de aptidão física, avaliação psicológica, comprovação de requisitos biográficos e averiguação de idoneidade moral. As provas do exame intelectual geralmente ocorrem em setembro, e os candidatos classificados dentro do número de vagas são convocados para se apresentar na EsPCEx em janeiro do ano seguinte, a fim de submeterem-se às demais etapas do processo seletivo citadas acima. Em caso de aprovação em todas as etapas da seleção, o candidato é matriculado e passa a ser militar da ativa do Exército Brasileiro, na condição de Aluno da EsPCEx. Se concluir o curso com aproveitamento, prosseguirá para a Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ), onde, após 4 anos, concluirá o Curso de Formação e será declarado Aspirante a Oficial  das Armas, do Quadro de Material Bélico ou do Serviço de Intendência do Exército Brasileiro. Segundo os pais de Fábio Aurélio, a preparação dele para o difícil concurso, foi intensa e dedicada. Valma ( mãe ) conta que, “ o Fábio Aurélio, concorreu com mais de 40 mil candidatos pra 400 vagas. Um esforço com muita concentração, preparação  fisica e psicológica; tudo para conseguir enfrentar a ‘ralação’ ,  durante as 4 semanas de adaptação na Escola; onde muitos candidatos desistem.” Fábio Aurélio Ashidani sempre foi aluno do Colégio Atena de Araxá, onde concluiu em 2018, o ensino médio. Ainda segundo a mamãe Valma, “ ele está muito feliz porque era um sonho de seguir a carreira militar.”