Destaque »

‘Rock Bocaína 2017’, agitou final de semana esportivo em Araxá

20 de outubro de 2017 – 20:49 |

Foram quatro dias de muita ação, adrenalina e integração esportiva, na realização da 3º edição do Rock Bocaína, que aconteceu no último fim de semana, entre os dias 12 e 15 …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Veículos

‘Araxá já tem 70 mil veículos’, diz Astran

A cada dia, circular pelas principais ruas e avenidas do centro de Araxá e até mesmo de alguns bairros mais populosos ficou complicado e, muitas vezes, perigoso. O crescimento da população (hoje em torno de 103 mil habitantes, de acordo com o último censo oficial do IBGE) e o aumento desproporcional no número de veículos automotores na cidade são algumas das causas dessa situação atual. Esta semana, o  JORNAL INTERAÇÃO conversou, com exclusividade, com o coordenador da Asttran – Assessoria de Trânsito e Transporte da Prefeitura Municipal de Araxá, assessor Bruno Borges, que deu informações importantes a respeito de ações e projetos para melhorar a segurança e circulação racional no trânsito do município de Araxá. Segundo Bruno, “hoje um dos grandes gargalos do trânsito no centro de Araxá está registrado nos horários de pico na praça da igreja matriz, principalmente nos períodos de entrada e saída escolar, porque ali se concentram três das maiores escolas da cidade (Delfim Moreira, Dom Bosco e Colégio São Domingos). Sem contar que, geralmente, a hora da entrada e saída dos estudantes também é o período da saída e entrada do comércio que fica no entorno daquela região comercial.” Ele informou que medidas já estão sendo tomadas para minimizar a situação. “Por meio de estudos e coleta de dados de nossos setores de engenharia, agentes de trânsito entre outros, nós vamos, em breve, promover ações e projetos para melhorar a circulação na praça da Igreja Matriz de São Domingos. Estariam previstas a colocação de sinalização semafórica em algumas vias no entorno da praça e a abertura de algumas interligações em ruas que circundam a avenida Antônio Carlos.” O assessor Municipal da Asttran também contou:   “Infelizmente a questão também é de conscientização, pois se todo mundo for de carro buscar o filho na escola naquela hora não tem como circular mesmo naquele setor. Hoje Araxá tem cerca de 70 mil veículos, um número muito superior à proporcionalidade de um município, que seria em média de cinquenta por cento de carros em relação ao número de habitantes. Se Araxá tem em torno de 103 mil habitantes o normal seriam cerca de 50 mil automovéis, mas temos 20 mil carros a mais, e isso é um grande complicador para o trânsito.” Bruno Borges também explicou que outras ações e intervenções que estão sendo feitas pela Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, da qual a Asttran faz parte, ajudam a minimizar os problemas e garantir um pouco de segurança a pedestres e motoristas. “Por meio de estudos e coleta de informações, nós estamos colocando semáforos em alguns cruzamentos onde o risco de acidente é grande; também estamos alterando o sentido de algumas vias, estamos reforçando as sinalizações verticais e horizontais em ruas e avenidas do centro e de bairros de Araxá e contando com os serviços de nossas equipes de agentes de trânsito no sentido de fiscalizar e orientar tanto os motoristas quanto os pedestres em relação às atribuições específicas de trânsito em nossa cidade.” Finalizando, Bruno Borges declarou: “A gente tenta conscientizar motoristas e pedestres por meio de campanhas, palestras e blitze educativas, pois se trata também de um problema cultural. Seria interessante que algumas pessoas pudessem usar o transporte coletivo, bicicletas, caminhar, pois são ferramentas que poderiam ajudar a melhorar muito o nosso trânsito.”