Destaque »

Comandante da Capitania Fluvial de Minas Gerais visita Araxá

20 de fevereiro de 2020 – 19:24 |

A Capitania Fluvial de Minas Gerais, com sede em Belo Horizonte desde dezembro de 2018, está ampliando sua área de atuação e deve instalar unidades no Triângulo Mineiro e região do Rio Paranaíba. No …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Diversos

Sinplalto suspende paralisação e convoca assembleia geral

sinplalto (1)Servidores vão decidir na próxima segunda-feira, 23, sobre continuidade do movimento em protesto a desvalorização da categoria. Grave não está descartada.

O Sindicato dos Servidores Municipais de Araxá e Região (Sinplalto) suspendeu a manifestação do funcionalismo público marcada para a próxima quinta-feira, 19, na escadaria da Igreja Matriz. O Sindicato convocará uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para que a categoria possa analisar o projeto de reajuste salarial encaminhado pelo prefeito Aracely de Paula (PR) e aprovado pela Câmara Municipal nesta terça-feira, 17. Após análise, os servidores vão decidir sobre a continuidade do movimento em protesto a desvalorização da categoria.

A Câmara Municipal aprovou o projeto de lei que autoriza a recomposição salarial de 9,28% para os servidores públicos municipais da administração direta e indireta, efetivos, concursados, estáveis, inativos e pensionistas nesta terça-feira, 17. A proposta encaminhada pelo prefeito Aracely de Paula (PR) excluiu servidores que exercem cargos comissionados, agentes políticos e os que já foram contemplados com reajuste neste ano, como por exemplo, quem recebe o salário mínimo e os beneficiados com o Piso Nacional da Educação.

Nas redes sociais, os servidores demonstram indignação com a proposta. A administração municipal não contemplará servidores que já ganhavam um salário mínimo em dezembro passado e tiveram reajuste neste início de ano. A maior indignação ficou por conta do Vale Alimentação. O funcionalismo público aguardava uma recomposição do cartão para suprir a perda inflacionária de 2015. Porém, a demora da administração municipal em encaminhar proposta, impossibilitou reajuste do Vale Alimentação  devido o período eleitoral e revoltou o funcionalismo público.

De acordo com o presidente em exercício do Sinplalto, José Oswaldo da Silveira, os servidores vão decidir na próxima segunda-feira, 23, sobre continuidade do movimento em protesto a desvalorização da categoria. “Vamos realizar uma assembleia na próxima segunda-feira, 23, e decidir sobre o posicionamento da categoria. Estamos estudando as possibilidades que temos, inclusive juridicamente. Por diversas vezes, solicitamos a antecipação da Data-Base de 2016 devido o período eleitoral e sequer fomos atendidos. Se existir alguma alternativa para que os servidores possam conquistar algum outro benefício, vamos fazer. Uma grave não esta descartada. Quem decidirá é a categoria.”

O diretor sindical, Hely Aires, defende ainda, que mesmo que fora do prazo, uma pauta mínima para dar continuidade às negociações no sentido de garantir as reformas no plano de cargo e salário.

Assembleia Geral
Data: 23/05/2016
Horário: 19h
Local: Sede do Sinplalto – Rua João Magalhães, 54, João Ribeiro.