Destaque »

Ganso empata com Valeriodoce e continua no G4

24 de setembro de 2018 – 19:49 |

Em partida válida pela décima rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão, versão 2018, chancelado pela Federação Mineira de Futebol, na manhã do último  domingo, dia 23 de setembro, o time do …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Turismo

Comunidade católica realiza peregrinação e passagem pela Porta Santa neste sábado

porta_santaAtividades fazem parte das ações do Ano Santo da Misericórdia, estabelecido pelo Papa Francisco

A comunidade das paróquias de São Domingos e São Sebastião realizam neste sábado (16) mais um ato alusivo ao Ano Santo da Misericórdia, estabelecido pelo Papa Francisco.  Segundo o pároco da Paróquia de São Domingos, Padre Duile de Assis Castro, desta vez, haverá uma peregrinação entre as igrejas, com um sentido penitencial. “Vamos olhar a vida de Jesus: quando ele tinha 12 anos os pais dele, Maria e José, peregrinaram de Nazaré até Jerusalém. São cerca de 140 quilômetros. Então, você vai perceber que é uma peregrinação de sacrifício. Nós fazemos uma parte desta peregrinação no sentido de purgar, inclusive, nossas faltas, nossos pecados”, explica.

A concentração será na Matriz de São Sebastião às 17h30. Na sequência os fiéis seguem caminhando até a Matriz de São Domingos onde passarão pela Porta Santa. Passar pela porta é, segundo o padre, também uma referência ao capítulo décimo do Evangelho de João, que é chamado ´capítulo do Bom PastorBanner-Ano-Misericordia-cópia´. “Em um dos versículos Jesus diz que ele é a porta pela qual passam as ovelhas. Isto é, não passa o lobo, não passa o ladrão; é ele que acolhe as ovelhas em seu redil. É isso que nós queremos sentir neste sábado na hora em que estivermos entrando na Igreja pela Porta Santa, inclusive recebendo a aspersão da água benta, símbolo da vida”, diz

Na sequência haverá a celebração da missa, que, ainda de acordo com Padre Duile, é penitencial. “Ela tem essa peculiaridade, porque para que eu possa receber o sinal da bondade de Deus, eu tenho que me sentir pequeno diante da grandiosidade de Deus”, reflete.