Destaque »

PM registra golpes de extorsão sexual pelo Facebook em Araxá

22 de agosto de 2019 – 11:54 |

No dia 16 deagosto de 2019, por volta das 13 horas ,compareceu na sede da Polícia Militar em Araxá, um indivíduo de 31 anos relatando que na data de 13/08/2019 constatou que na sua rede …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Diversos

Projeto Fartura promove ‘Cachaça Dona Beja e Doces Joaninha’ no Ceará

Aconteceu em Fortaleza no Ceará, mais uma etapa do Projeto Fartura, que visa promover a cadeia produtiva gastronômica brasileira, sendo o Festival Fartura a sua grande vitrine. O evento apresenta os resultados das pesquisas realizadas durante as viagens da Expedição Fartura Gastronomia e possibilita a interação de produtores, chefs e empreendedores, clientes e visitantes que, além de experimentar, passam a conhecer a relevância cultural e econômica da gastronomia brasileira. O projeto tem a chancela do governo de Minas Gerais. Levando-se em conta que o Brasil é mais que um país, é um continente de gastronomia. Temos uma fartura e riqueza de produtos e produtores, restaurantes e chefs de norte a sul do país. Neste cenário, nasceu há 4 anos a Expedição Fartura Gastronomia, que já viajou 22 estados, percorreu quase 60 mil km e mais de 150 cidades, entrevistando cerca de 380 personagens da culinária brasileira. Todo o conhecimento desta viagem é disseminado em eventos, livros, programas de rádio e conteúdo para redes sociais. O evento é um projeto da gastronomia brasileira que abrange pesquisa, viagens, eventos e veículos de comunicação. A edição do Projeto Fartura – Fortaleza, aconteceu entre no mês passado no Shopping Iguatemi reunindo mais de 70 chefs, música, produtores, workshops, receitas especiais e cozinha ao vivo. Nesta edição se destacaram as participações no Projeto de das empresas araxaenses que atuam no setor; a ‘Cachaça Dona Beja os Doces Joaninha’. A Cachaça Dona Beja é um produto oriundo de receita e alambique centenários, com diferencial na tradição, no processo de produção e no segredo de envelhecimento. É considerada hoje a cachaça mais envelhecida do Brasil. Desde 1992, são guardados 5 mil litros de cada produção para um envelhecimento prolongado, a fim de gerar um produto de qualidade. A produção da Doces Joaninha, pioneira no País, também valoriza a produção artesanal dos doces em compotas de frutas, desde 1970. Ainda hoje, utilizam-se, no mesmo processo, os tachos de cobre estanhados, sem conservantes ou corantes. A variedade de doces em compotas é enorme, além do doce de leite, da ambrosia, das cocadas e a famosa ameixinha de queijo minas artesanal com ovos.

Foto stand da cachaça dona beja Foto stand dos doces joaninha