Destaque »

Fiscais da Vigilância Sanitária de 8 cidades participam de oficinas em Araxá

21 de maio de 2019 – 16:42 |

Os profissionais que trabalham com fiscalização no setor de Vigilância Sanitária na Microrregião do Planalto de Araxá se reuniram no último final dee smeana.  Nos encontros as equipes participaram de oficinas onde …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Diversos

Projeto Fartura promove ‘Cachaça Dona Beja e Doces Joaninha’ no Ceará

Aconteceu em Fortaleza no Ceará, mais uma etapa do Projeto Fartura, que visa promover a cadeia produtiva gastronômica brasileira, sendo o Festival Fartura a sua grande vitrine. O evento apresenta os resultados das pesquisas realizadas durante as viagens da Expedição Fartura Gastronomia e possibilita a interação de produtores, chefs e empreendedores, clientes e visitantes que, além de experimentar, passam a conhecer a relevância cultural e econômica da gastronomia brasileira. O projeto tem a chancela do governo de Minas Gerais. Levando-se em conta que o Brasil é mais que um país, é um continente de gastronomia. Temos uma fartura e riqueza de produtos e produtores, restaurantes e chefs de norte a sul do país. Neste cenário, nasceu há 4 anos a Expedição Fartura Gastronomia, que já viajou 22 estados, percorreu quase 60 mil km e mais de 150 cidades, entrevistando cerca de 380 personagens da culinária brasileira. Todo o conhecimento desta viagem é disseminado em eventos, livros, programas de rádio e conteúdo para redes sociais. O evento é um projeto da gastronomia brasileira que abrange pesquisa, viagens, eventos e veículos de comunicação. A edição do Projeto Fartura – Fortaleza, aconteceu entre no mês passado no Shopping Iguatemi reunindo mais de 70 chefs, música, produtores, workshops, receitas especiais e cozinha ao vivo. Nesta edição se destacaram as participações no Projeto de das empresas araxaenses que atuam no setor; a ‘Cachaça Dona Beja os Doces Joaninha’. A Cachaça Dona Beja é um produto oriundo de receita e alambique centenários, com diferencial na tradição, no processo de produção e no segredo de envelhecimento. É considerada hoje a cachaça mais envelhecida do Brasil. Desde 1992, são guardados 5 mil litros de cada produção para um envelhecimento prolongado, a fim de gerar um produto de qualidade. A produção da Doces Joaninha, pioneira no País, também valoriza a produção artesanal dos doces em compotas de frutas, desde 1970. Ainda hoje, utilizam-se, no mesmo processo, os tachos de cobre estanhados, sem conservantes ou corantes. A variedade de doces em compotas é enorme, além do doce de leite, da ambrosia, das cocadas e a famosa ameixinha de queijo minas artesanal com ovos.

Foto stand da cachaça dona beja Foto stand dos doces joaninha