Destaque »

CBMM amplia área de atuação e anuncia criação do Centro de Matéria Prima para Turbinas de Avião em Araxá

14 de dezembro de 2018 – 11:13 |

A direção da empresa CBMM, realizou na noite da última terça-feira, dia 11 de dezembro, no ‘Clara Rosa Eventos’,  a tradicional reunião de confraternização com profissionais e diretores de organismos de imprensa da cidade de …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Diversos

Fórum Comunitário aponta grande insatisfação com serviços prestados pela Cemig

O Fórum Comunitário da Câmara Municipal desta segunda-feira (9) debateu os serviços prestados pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) em Araxá. A audiência foi promovida no plenário da Casa da Cidadania por requerimento do vereador Sargento Amilton (PTdoB), vice-presidente do Legislativo.

Apesar de encaminhar três requerimentos entre os meses de fevereiro e novembro deste ano para que representantes da Cemig participassem do Fórum Comunitário, a empresa não compareceu ao debate sob a justificativa de que primeiramente gostaria de tratar das demandas apresentadas em reunião interna com os vereadores para depois participar do Fórum Comunitário, conforme ofício encaminhado pela empresa e lido durante a abertura dos trabalhos.

Entretanto Sargento Amilton defendeu que o debate deveria ser tratado diretamente com esclarecimentos de contestações dos vereadores e da comunidade presente, pois são demandas do povo, e mesmo assim resolveu provocar a realização do Fórum Comunitário. O vereador relatou que vai encaminhar Moção de Repúdio à empresa com cópia para o Ministério Público e para a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) pela falta de comprometimento da empresa em não comparecer a um debate público para justificar as diversas contestações em relação aos serviços prestados. A Prefeitura Municipal de Araxá também não enviou nenhum representante.

Nas demandas apresentadas em fotografias no projetor do plenário, Sargento Amilton exibiu falta de iluminação ou iluminação precária em diversos pontos da cidade, principalmente na região central, cobrando da Cemig mais agilidade nos serviços de manutenção. A substituição ou remanejamento de postes também foram cobrados, e neste caso, segundo o vereador, fica um jogo de empurra-empurra entre a Cemig e prefeitura sobre que é o responsável por este serviço.

Durante participação dos vereadores e comunidade presentes ao Fórum Comunitário, também foram indagados questões relativas a taxas cobradas nas contas de energia, constante queda de energia em propriedades rurais e demora na manutenção da mesma, comprometendo as atividades de produtores da microrregião e também a falta de atendimento a uma antiga demanda apresentada por diversos requerimentos dos vereadores quanto à instalação de iluminação pública em grande parte da extensão da avenida José Ananias de Aguiar (Comboio), tendo em vista que vários bairros estão surgindo naquela localidade e o trânsito de veículos, pedestre e ciclista está bastante comprometido por causa da escuridão.

Em suas considerações finais, Sargento Amilton relatou que até a abertura das atividades legislativas em 2014 espera que a Cemig responda as contestações que serão encaminhadas pela Câmara, conforme apresentadas durante o Fórum Comunitário, assim como a resolução das mesmas.

“Como propositor deste Fórum Comunitário, acredito que a oportunidade que iríamos proporcionar junto à Cemig seria de grande ganho para a nossa cidade, uma vez que a parceria sempre foi a nossa intenção. A questão da Cemig em nossa cidade vem sendo debatida exaustivamente há anos, e cabe a nós, não apenas como representantes do Legislativo, mas essencialmente representantes do nosso povo, buscar respostas a tantos questionamento a que somos submetidos”, relatou Sargento Amilton.

“Não podemos nos embrenhar nos problemas e nos mantermos inertes, temos que ter dignidade para viver bem, com segurança, com sustentabilidade, com respeito às taxas e serviços que nós pagamos. E para isso precisamos saber como serão as medidas a serem tomadas visando eliminar os inúmeros problemas causados por essa empresa”, conclui o vereador.