Logo Jornal Interação

Bem Brasil é certificada por norma internacional que garante qualidade aos seus produtos, do campo à mesa

Falar de segurança de alimentos é também falar de saúde pública, afinal, o mundo todo lida com as Doenças Transmitidas por Alimentos (DTAs), causadas pela ingestão de alimentos ou água contaminados, que representam riscos à saúde humana. Para se ter ideia, atualmente, no mundo, segundo informações do Ministério da Saúde, estima-se que uma a cada 10 pessoas adoeça após consumir alimentos contaminados; e 420 mil pessoas morrem a cada ano, sendo que crianças menores de 5 anos são as mais afetadas, com 125 mil mortes anuais.

Atentas à constante busca por alta qualidade de seus produtos e sua responsabilidade com seus consumidores, várias indústrias alimentícias no Brasil buscam nas certificações, normas referenciais que atestem a qualidade e o rigor em seus processos produtivos. É o caso da Bem Brasil Alimentos, líder nacional de vendas de batatas pré-fritas congeladas, é certificada pela norma referencial da Iniciativa Global de Segurança de Alimentos (GFSI) – a FSSC22000.

Na indústria alimentícia, o objetivo ao se adotar processos de segurança de alimentos é justamente para, além de garantir a qualidade do alimento comercializado, desde as etapas iniciais de manipulação do produto até seu consumo, assegurar também o cuidado com a saúde dos consumidores. Adotar esta norma é de fundamental importância para demonstrar a transparência e o cuidado que as empresas têm em todas as etapas de sua produção – no caso da Bem Brasil Alimentos, a atenção começa pelo plantio das batatas que dão origem aos produtos.

“Todo nosso esforço é voltado para ofertar os melhores produtos aos consumidores, tendo a gestão sustentável e responsável, do campo à mesa, como valor atrelado às práticas e à nossa cultura organizacional. Essa certificação internacional dá confiabilidade de que estamos entregando alimentos seguros e contribui para a confiança e melhoria da jornada do cliente ao consumir produtos da nossa marca”, diz a gerente de Sustentabilidade da Bem Brasil, Isabela Navarro.

A FSSC22000 é uma norma padrão que estabelece uma série de critérios a serem seguidos pela indústria que fornecem evidências para identificar, avaliar e controlar os riscos à segurança de alimentos que podem ocorrer nos processos fabris. A partir da norma, é possível construir e operar um sistema de gestão que, além de ajustar os requisitos de qualidade e de segurança dos alimentos, dentro dos parâmetros legais, se torna uma ferramenta que indica melhorias do desempenho e como medi-las de maneira eficaz.
“Ter esta certificação é uma exigência do mercado externo, para produtos exportados e, internamente, ter a FSSC22000 é referência de empresa segura. Por isso, buscamos esse controle de forma rígida e fazemos investimentos constantes para a melhoria contínua dos processos, além de treinamentos, consultorias especializadas e estrutura preparada para garantir a segurança das batatas”, acrescenta Isabela.

O termo segurança de alimentos não deve ser confundido com segurança alimentar. Enquanto o primeiro visa garantir produtos livres de perigos que possam causar danos à saúde do consumidor, a segurança alimentar tem como objetivo assegurar o acesso aos alimentos por parte de toda população. Ao adquirir um alimento, é um direito das pessoas que ele seja seguro para consumo, ou seja, livre de perigos físicos, químicos e biológicos, e assim, não apresente risco de causar danos à saúde humana.

Por Editor1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.