Logo Jornal Interação

Cimento, areia, tijolos e outros itens necessários para pequenos reparos em residências. A Prefeitura de Araxá abre inscrições para famílias carentes que precisam de ajuda para reformas básicas e recuperação de moradias. O Projeto “Mãos à Obra” vai realizar a doação de materiais de construção para pessoas em vulnerabilidade social.

O interessado que se enquadrar nos critérios do projeto pode realizar o agendamento para a inscrição no site (maosaobra.araxa.mg.gov.br).

Com dia e horário marcados, o interessado será atendido no Setor de Habitação da Secretaria Municipal de Ação Social para realizar a inscrição. O imóvel selecionado passará por triagem socioeconômica e vistoria por uma equipe de engenharia.

Quem tiver dificuldade em realizar o agendamento online, pode procurar ajuda nos Núcleos de Convivência e nos Centros de Referência em Assistência Social (Cras).

Além de possibilitar o acesso a materiais de construção civil para pequenas reformas, o programa também disponibilizará assistência técnica qualificada para as famílias. “Muitos imóveis, principalmente em bairros de baixa renda, foram construídos sem o apoio de um profissional especializado. E muitas dessas moradias possuem baixa qualidade e podem afetar a saúde dos moradores como, por exemplo, problemas de umidade e falta de ventilação. Muitas dessas casas também estão inacabadas ou o proprietário utilizou um material não adequado na construção”, conta a secretária municipal de Ação Social, Cristiane Gonçalves Pereira.

De acordo com o prefeito Robson Magela, a iniciativa busca justamente a melhoria da qualidade de vida das pessoas quanto o acesso à uma moradia digna. “Esse projeto é uma reivindicação antiga da população de baixa renda em Araxá e, por isso, colocamos como uma das prioridades no nosso plano de governo. Uma casa segura, saudável, é o básico que qualquer família deve ter e é obrigação do município proporcionar oportunidade para que essas pessoas possam oferecer um ambiente melhor aos seus familiares”, destaca o prefeito.


Critérios para ter direito ao benefício

– Renda bruta da família não pode ultrapassar 2 salários mínimos (R$ 2.200,00);

– Ter mais de 18 anos ou ser emancipado;

– Ter apenas um imóvel e morar nele;

– Ter condições de fornecer mão de obra, equipamentos e ferramentas para as obras.

 

Documentos necessários (de quem vai solicitar o benefício)

 

– RG ou CNH (Carteira Nacional de Habilitação);

– CPF;

– Folha Resumo Atualizada do CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal).

 

Comprovante de renda de todos da família

 

– Carteira de Trabalho ou holerite dos últimos 3 meses;

– Comprovante do INSS.

 

Do imóvel a ser reformado

 

– Foto colorida da área a ser reformada;

– Comprovante regular de propriedade.

 

O projeto não contemplará

 

– Famílias que moram em imóveis alugados ou cedidos;

– Imóveis que são exclusivamente comerciais;

– Imóveis em condições muito ruins (por exemplo, madeira aproveitada ou latão);

– Imóvel que fica em terreno ou lugar alvo de disputa na Justiça;

– Imóvel que fica em área de risco ou em área que não pode ser regularizada;

– Imóvel do projeto Minha Casa, Minha Vida.

Por Editor1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *