Logo Jornal Interação

Foi discutida na audiência pública no último final de semana,  a necessidade de investir e ampliar a malha ferroviária mineira, tornando-a uma alternativa logística com maior potencial para o escoamento da nossa produção agrícola. Vale destacar a importância da linha férrea para o transporte de passageiros, uma vez que é capaz de estimular o turismo regional, facilitando a mobilidade, diminuindo o tempo de viagem e o risco de acidentes.

De autoria do deputado Bosco, o requerimento aprovado (RQC 9868/2021) originou a reunião, que contou com a presença dos empresários da Nativa Fertilizantes Emílio Dias e João Batista, do setor cafeeiro, José Maria Marimbondo que reforçaram o sonho e a necessidade de dotar a região de modal ferroviário. Os vereadores de Ibiá Fernando Arthur e o presidente Allan Correia (Allan do Nute), e a liderança Gillianno Mamão.

De acordo com a superintendente de Transporte Ferroviário da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), Vânia Silveira de Pádua Cardoso, o momento para desenvolvimento do modal ferroviário no Estado e no Brasil é único. “Hoje assistimos a uma retomada ferroviária, o que se deve muito em Minas ao trabalho dessa comissão”, disse.

Como resultado da audiência, serão elaborados estudos de viabilidade  para a implantação do terminal em Ibiá e o governo deve contratar, ainda neste ano, a realização desses estudos por parte da Seinfra.

O deputado Bosco também abordou o potencial da região e a necessidade de se investir no modal ferroviário no Alto Paranaíba e Triângulo Mineiro. “Precisamos voltar os olhos para o Alto Paranaíba e o Triângulo Mineiro, que são celeiros na produção do agronegócio, dotando essa região de um modal ferroviário para escoamento da produção”, afirmou.

Outras demandas também foram apresentadas pelos empresários e produtores, como a construção de um anel-viário e do Distrito Industrial.

Engrandeceram o debate as participações de José Geraldo Azevedo, Gerente-Geral de Relações Institucionais da VLI; Juliano César, Secretário Municipal de Desenvolvimento, Turismo e Inovação Tecnológica de Araxá; Lincoln Lopes Ferreira, Médico e Produtor Rural em Ibiá; Ronaldo Alexandre Barquette do INDI; Vânia da Seinfra; Aurélio Ferreira Braga da ANTT; Heles Soares Júnior, Diretor de Gestão Estratégica; José Osvaldo Loures, Produtor Rural; Paulo José da Silva Filho, vereador de Ibiá; e Rafael da CBMM.

A audiência foi presidida pelo deputado estadual João Leite, presidente da Comissão Extraordinário Pró-Ferrovias da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

 

Por Editor1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.