Destaque »

CBMM apresenta nova marca do projeto Cientistas do Cerrado

20 de setembro de 2020 – 21:59 |

Neste mês, em que é celebrado o Dia Nacional do Cerrado, a CBMM reforça seu compromisso com o meio ambiente, a sustentabilidade e o futuro por meio de diferentes iniciativas. Uma delas é o lançamento …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Destaque

População rural de Araxá começa a receber vacina contra gripe

A Secretaria Municipal de Saúde, deu início na segunda-feira, 25, a vacinação da população rural contra a Gripe Influenza. Os integrantes da Vigilância Sanitária acompanham a equipe da saúde e distribuem máscaras de proteção facial reutilizáveis. A primeira comunidade a receber o benefício foi a do Itaipu. Até a próxima sexta-feira, 29, todas as regiões rurais do município deverão ser visitadas com a oferta da vacina contra o H1N1 no horário de 8h às 11h. Podem se vacinar todos os grupos prioritários, ou seja, idosos acima de 60 anos, trabalhadores da saúde, portadores de doenças crônicas, motoristas do transporte coletivo, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas até 45 dias, pessoa com deficiência, professores e adultos de 55 a 59 anos de idade.  A enfermeira da ESF Rural, Alessandra Consuelo Xavier, diz que esta iniciativa é muito importante e visa imunizar o maior número de pessoas possíveis no município. “Chegamos na última fase da campanha, onde já foram contemplados todos os grupos prioritários, e então estamos oportunizando a população do setor rural que ainda não foi vacinada esta chance de se imunizar também”. A coordenadora da Vigilância Sanitária, Magaly dos Santos, diz que a população do setor rural muitas vezes tem mais dificuldades de acesso as máscaras de proteção. “Aproveitamos a vacinação nestes setores para distribuir máscaras de pano reutilizáveis como forma de ajudar no combate ao Coronavírus na área rural de Araxá. Quando entregamos as máscaras explicamos a importância da sua utilização e também a forma correta de fazer a higienização delas”, concluiu Magaly.