Destaque »

Inscrições para o Programa de Trainee 2021 da CBMM terminam dia 28 de outubro

17 de outubro de 2020 – 21:34 |

A CBMM está com inscrições abertas para seu Programa de Trainee 2021, destinado recém-formados nas áreas de engenharia de materiais e engenharia metalúrgica. Com foco em desenvolvimento de lideranças, o programa terá duração de um ano e será realizado …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Agronegócios

Receita da exportação do agronegócio mineiro cresce 3,6% em agosto

Aumento é registrado pelo segundo mês consecutivo; café em grãos foi o principal produto comercializado por Minas no exterior.

As exportações do agronegócio mineiro em agosto de 2012 somaram US$ 466,7 milhões e cresceram pelo segundo mês consecutivo. A cifra é 3,6% superior à registrada em julho e 17,3% maior que a de junho, informa o Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O café em grão de Minas alcançou uma receita de US$ 284,7 milhões no mercado mundial. “Com essa cifra, o principal produto comercializado pelo Estado no exterior, depois do minério de ferro, apresentou um movimento 21,2% superior ao registrado em julho”, explica o superintendente de Política e Economia Agrícola da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, João Ricardo Albanez.

No grupo carnes, as exportações mineiras de agosto foram mais expressivas para o produto bovino. A receita, de US$ 33,4 milhões, foi 13,3% maior que a obtida em julho. Já em percentual, a carne suína teve maior evolução, alcançando crescimento de 110,4%, com o valor de US$ 11,3 milhões.

Albanez observa que o desempenho da carne suína no mercado externo foi beneficiado por embarques da ordem de 4,2 mil toneladas, um volume 89,6% superior ao registrado no sétimo mês do ano. “Além disso, houve uma expressiva valorização do produto no exterior. O preço médio da tonelada, US$ 2,7 mil, apresentou uma alta na casa de 11%”, destaca Albanez.

Os resultados das exportações mineiras de agosto foram positivos também para o farelo de soja, com receita de US$ 15,1 milhões e aumento de 15,8% em relação ao mês anterior. No caso do óleo de soja, o crescimento foi de 26,7%, com movimentação de US$ 11,9 milhões. A comercialização desse segmento, em agosto 2012, apresentou também uma expressiva evolução sobre o mesmo período do ano anterior. (AM)