Destaque »

CBMM realizará testes de sirenes

30 de setembro de 2020 – 13:52 |

A medida preventiva faz parte do Plano de Ação de Emergência para Barragens e as atividades operacionais e administrativas não serão afetadas
 
Com o objetivo de garantir o funcionamento do sistema de alerta de emergência em barragens, a …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

Comandante araxaense é aprovado para Piloto de Linha Aérea

Diego Alexandre da Silva fala sobre suas realizações e planos para o futuro.

Diego Alexandre da Silva nasceu em Araxá, é filho de Lúcia Helena Duarte da Silva e de Edilson Ribeiro da Silva e, desde os seis anos de idade, sempre foi apaixonado por aviação.  No último dia 22 de agosto, foi aprovado para Piloto de Linha Aérea. “Comecei a voar um avião modelo Piper Archer III, em Patrocínio (MG), com o saudoso Comandante Clever Mendes, que me deu a primeira oportunidade. Em seguida, na cidade de Araxá (MG), iniciei as atividades na aeronave modelo Cessna 172, do proprietário José Aparecido Cardoso, a quem sou muito grato pela força e apoio que sempre me deu. E assim fui acumulando minhas horas de voo”, contou Diego.

“Novembro de 2011 a fevereiro de 2012 concluí o curso teórico de Piloto Comercial, no Aeroclube de Uberlândia (MG). Em 11 de junho de 2012, com muita dedicação, consegui ser aprovado no Piloto Comercial, que foi realizado na ANAC, em São Paulo (SP). E o percurso não para… Em 22 de agosto de 2012, estive presente na ANAC, de Belo Horizonte (MG) e consegui ser aprovado na avaliação de Piloto de Linha Aérea. Um sonho realizado ter conseguido chegar até aqui,” destacou.

A família desde sempre apoiou esse sonho. “Eles sempre iam comigo ao aeroporto e ali eu passava horas e horas só vendo aviões pousando e decolando, vendo pilotos e imaginando”, falou. Ainda segundo Diego, desde cedo, ele já sabia o que queria para o futuro. “Nunca pensei em outra coisa a não ser me tornar um piloto de avião. Comecei a frequentar o Aeroclube de Araxá aos nove anos de idade, e tive a honra de conhecer o gerente Emerson Batista de Castro, que sempre me deu muita força, e até hoje temos uma grande amizade, que aumenta a cada dia que se passa, graças a Deus”, salientou.

Segundo Diego, aos 17 anos, fez um curso teórico de Piloto Privado, em Araxá, que lhe deu experiência para enfrentar sua primeira avaliação realizada na ANAC, em Brasília (DF). “Logo após, iniciei as horas de voo no Aeroclube de Araxá-MG, concluindo a primeira habilitação em um ano, com a excelente instrução na aeronave Aero Boero 115, com o comandante Fabrício Escobar Viana, que hoje voa na Gol Linhas Aéreas”.

Ele ainda dá dicas para quem está começando agora. “Não é fácil, tem que estudar muito, se dedicar totalmente à aviação. A maior dificuldade que eu passei foi financeira. As horas de voo são muito caras, variando de 250 a 900 reais. E nos dias de hoje, para se tornar um piloto profissional, passa fácil dos 80 mil reais. Graças a Deus, consegui algumas horas de voo voando de graça, fazendo uns voos free lance, o que me ajudou muito. A família também sempre me ajudou”.

Diego Alexandre da Silva é atualmente comandante de aeronaves Monomotor Terrestre (MNTE), desenvolvendo uma carga horária de 230 horas de voo, concluindo as carteiras práticas de voo por instrumentos (IFR) e (MLTE) Multimotor. “Estudo inglês e pretendo fazer faculdade de Ciências Aeronáutica. Tenho a honra também de ser diretor técnico do Aeroclube de Araxá, que está no comando do presidente Fabiano Cota. Fiquei muito feliz ao saber que iria fazer parte da diretoria. Graças a Deus, com muita força de vontade, fé e foco, o que era apenas um sonho está se tornando realidade. Meu objetivo para o futuro é me tornar um comandante de linha aérea, ter uma bela família e uma vida estável. Um abraço a todos os meus familiares, amigos e pilotos que acompanham a minha trajetória”, finalizou.