Destaque »

Prefeitura de Araxá lança nova logomarca

22 de janeiro de 2021 – 17:16 |

A Prefeitura Municipal de Araxá definiu sua nova logomarca com a proposta de design moderno aliada com os valores históricos da cidade presentes no Brasão Oficial – os Peixes representando as águas, a Árvore dos …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +

Eleitos de Araxá e Tapira são diplomados nesta sexta-feira

Numa cerimônia realizada na manhã desta sexta-feira, dia 09 de dezembro de 2016, no Teatro Municipal de Araxá, a Justiça Eleitoral diplomou os prefeitos e vices de Araxá e Tapira e também os vereadores eleitos para os próximos quatros anos. A solenidade que começou por volta das dez horas da manhã de hoje ( sexta-feira), foi presidida pelo juiz eleitoral da comarca de Araxá, Dr. José Aparecido Fausto de Oliveira.  De Araxá,  foram empossados o prefeito eleito Aracely de Paula do PR e a vice Lídia Jordão do PP que tiveram a votação de 30.398 votos. Também receberam o diploma os 15 vereadores eleitos pelo município de Araxá: Robson Magela do PRB, Bosco Júnior do PTdoB, Roberto do Sindicato do SD, Fernanda Castelha do PSL, Raphael Rios do SD, Alexandre Irmãos Paula do PR, Garrado do PR, Hudson Fiuza do PSL, Zezinho da Aserpa do PT, Adolfo Segurança do PTdoB, Edinho Souza do PTB, Fabiano do PRB, Luiz Carlos do PTN, Fárley Cabeleireiro do DEM e Ceará da Padaria do PMB. A Justiça Eleitoral entregou o documento também para a prefeita eleita da cidade de Tapira Liliane Venâncio do PTB e para o vice Chiquinho Barcelos da coligação ‘Unidos Somos Mais’. A chapa majoritária vencedora do município de Tapira com 2.039 votos. A cerimônia também diplomou os nove vereadores que devem assumir as cadeiras na Câmara de Tapira: Elizeu do PTB, Jamil Borges do PTB, Jesu Lima do PTB, Nivaldo do Laváter do PMFB, Guilherme Leal do PSDB, klebinho do Lila do PR, Ninico do PTB, Zé Dilico do DEM e Cairo do PHS. Todos os diplomados pela Justiça Eleitoral assumirão os cargos durante o exercício de 2017 a 2020. A entrega dos diplomas é, para a Justiça, o fim do processo eleitoral. Ele habilita os eleitos para a posse em 1º de janeiro