Destaque »

CBMM apresenta nova marca do projeto Cientistas do Cerrado

20 de setembro de 2020 – 21:59 |

Neste mês, em que é celebrado o Dia Nacional do Cerrado, a CBMM reforça seu compromisso com o meio ambiente, a sustentabilidade e o futuro por meio de diferentes iniciativas. Uma delas é o lançamento …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Agronegócios

Projeto da Emater incentiva a diversificação da fruticultura em solo mineiro

a_340Nos últimos anos, a Emater-MG tem investido na diversificação da fruticultura no estado. Em suas unidades demonstrativas espalhadas pelo território mineiro, a instituição testa o cultivo de uma grande variedade de frutos em diferentes tipos de solos e condições climáticas, e os resultados são promissores. Por meio do Circuito Frutificaminas, que leva capacitação técnica aos produtores rurais, a Emater oferece aos fruticultores as espécies frutíferas que apresentam a melhor adaptação em cada região. Desde a sua implantação, em 2010, o Frutificaminas já capacitou mais de 7 mil agricultores em mais de 350 municípios mineiros. “Hoje podemos considerar o Frutificaminas como o maior evento da fruticultura mineira. Temos diversas ações, como cursos, capacitações e palestras. Tudo para impulsionar o desenvolvimento da fruticultura”, explica o coordenador técnico de Fruticultura da Emater-MG, Deny Sanábio. A iniciativa é realizada em parceria com a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e AbastecimentoEpamig, universidades federais de Lavras e Viçosa, além de instituições privadas. As capacitações são voltadas para fruticultores e também não fruticultores interessados a investir no segmento. Os eventos oferecem a oportunidade de conhecer e aprimorar as tecnologias para aumentar a produção e o rendimento da atividade. Até o momento, já foram realizados 70 capacitações, sendo 19 programados para 2016, seis a mais do que em 2015. Atraente do ponto de vista financeiro e podendo ser conduzida com mão de obra familiar, a fruticultura vem se tornando, cada vez mais, uma boa alternativa de investimento para os pequenos proprietários rurais. Estima-se que no estado existam cerca de 120 ml hectares plantados e que a atividade gere por volta de 500 mil empregos diretos.