Destaque »

CBMM vai realizar audiência pública sobre estrutura de disposição de rejeitos em Araxá

1 de dezembro de 2020 – 11:45 |

A CBMM – Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração de Araxá,vai realizar no próximo dia 9 de dezembro, às 18h30, uma audiência pública para informar a população sobre a estrutura de disposição de rejeitos. De …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Esporte

Gansinho em evolução: 2 a 0.

Equipe do Araxá Esporte (Gansinho)Por: Alcino de Freitas.

Com um gol assinalado em cada tempo da partida, o Araxá Esporte Clube (Gansinho) venceu a equipe do Tricordiano pelo placar de 2 a 0. Partida realizada em Araxá, no sábado, 7, no Estádio Municipal Fausto Alvim, válida pelo Campeonato Mineiro sub 20. Um jogo que iniciou pouco contagiante, o Gansinho chutando pouco, mostrando fragilidade, o que deu forças e reação para o Tricordiano que passou a jogar melhor, saindo um pouco daquele jogo recuado e passando a acreditar mais no seu potencial. Nesta altura, o time da terra de Pelé chegou, inclusive, a ameaçar a meta do goleiro Germano Macarrão. Volto a repetir – uma equipe quando joga e deixa o adversário jogar, a partida torna-se expressiva. Apesar de exercer certa pressão no primeiro tempo, o Tricordiano também finaliza mal e não consegue abrir o marcador. Gansinho teve uma falta a seu favor aos 43 minutos, já no final do primeiro tempo. Daniel encarregou-se da cobrança pelo lado esquerdo, chutou meio cruzado e meio para o gol, a bola picou e acabou entrando, com o Gansinho fazendo 1 a 0. Um gol meio achado, mas importante. As duas equipes voltaram para o segundo tempo, e as primeiras substituições foram no time de Três Corações. O técnico do Tricordiano não foi feliz, pois quem cresceu no jogo foi o alvinegro araxaense. Aos dez minutos, aconteceu um escanteio a favor do Gansinho. Uma vez cobrado, a zaga rebateu, mas o rebote foi parar nos pés de Wagner, que pegou de primeira e marcou o segundo gol para o Gansinho. Com 2 a 0 a favor, o técnico Gustavo Brancão passou a substituir os jogadores mais cansados, continuando aquela postura mais equilibrada da sua equipe. Determinado e eficiente, Gansinho voltou a criar novas oportunidades com Daniel, com Diego que entrou e teve de deixar o campo por contusão, com Wagner, mostrando, assim, que quando o adversário sai para jogar dentro do campo alvinegro, o Gansinho é sempre superior e mostra seu futebol com competência.
DSC03577

Equipe Gansinho: Germano Macarrão, Igor, Eurys, Alex, Victhor; Gabriel Cardoso, Daniel, (Diego) (Gustavo Santana), Lucas Correa, Lucas Felipe (Djoubher); Wagner e Yago. Técnico: Gustavo Rodrigues (Brancão).

Tricordiano: Caio, Leonardo (Marcos), Wender, Anderson Marcelo (Marcos Vinicius), Luiz; Paulinho (Bruno Medeiros), Jeferson, Igor, Hélio (Daniel; Erides (Gabriel Teixeira) e Caio Eduardo (Ruan). Técnico: Marcelo Soares.

Árbitro: Antonio Márcio Teixeira, auxiliado por Leonardo Prado Nunes Silva e Gláucia Faria Paiva.

Cartão amarelo. Para o Gansinho: Lucas Correa.

Para o Tricordiano: Anderson.DSC03579

Outros resultados: Coimbra 5 x 1 Minas Boca; Guarani 1 x 0 Betinense; Santarritense 1 x 1 Arsenal; América 1 x 0 Cruzeiro e Atlético 0 x 0 Villa Nova.

Classificação: 1º) Atlético, 24 pontos ganhos; 2º) Cruzeiro, 21; 3º) América, 19; 4º) Villa Nova, 15; 5º) GANSINHO, 14; 6º) Guarani, 14; 7º) Coimbra, 12; 8º) Betinense, 9; 9º) Santarritense, 9; 10º) Arsenal, 9; 11º) Jacutinga, 5; 12º) Tricordiano e 13º) Minas Boca, 0.