Destaque »

McCain e Prefeitura tratam sobre etapas da construção da fábrica de batatas pré-fritas em Araxá

15 de janeiro de 2021 – 17:09 |

A Prefeitura de Araxá participou de uma videoconferência com diretores da multinacional canadense McCain no Brasil. Na pauta, o prefeito Robson Magela, o vice Mauro Chaves, e secretários se atualizaram sobre a instalação da fábrica …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Esporte

Cruzeiro vence Villa Nova e continua líder do Mineiro

Manoel_-INT__Juliana_FlisterLight_PressCruzeiroEm uma partida eletrizante no segundo tempo, o Cruzeiro marcou aos 45 minutos e venceu o Villa Nova por 3 a 2, de virada, neste domingo, no Mineirão. Depois de uma etapa inicial bem fraca tecnicamente, o duelo se transformou após o intervalo, quando cinco gols foram marcados. A Raposa acabou levando a melhor no final depois de ficar duas vezes atrás no placar. A vitória manteve o time celeste na ponta da tabela e ainda garantiu a classificação da equipe às semifinais do Campeonato Mineiro faltando três rodadas para o término da primeira fase. Bruno Rodrigo foi o responsável por anotar o gol salvador, aos 45 minutos da etapa complementar, e garantir a vitória de virada do Cruzeiro. Manoel e Rafael Silva também marcaram para a Raposa. Os veteranos Fábio Júnior e Mancini fizeram para o Villa Nova. Com o resultado, o Cruzeiro foi a 20 pontos e manteve a liderança isolada do Estadual, abrindo seis pontos para o segundo colocado, o Atlético, que entra em campo daqui a pouco contra o Tupi, em Juiz de Fora. A derrota no fim da partida deixou o Villa na terceira posição, com 13. Apesar do revés, o Leão não sairá do G-4 ao fim da rodada. Agora, o Cruzeiro se concentra no clássico contra o Atlético, no próximo domingo, às 11h, no Independência, pela nona rodada do Mineiro. Já o Villa Nova volta a campo no sábado, às 19h, quando visita o Tricordiano.

Primeiro tempo morno

O início da partida foi adiado em alguns minutos porque sistema de irrigação do Mineirão começou a funcionar logo depois do apito do árbitro para a bola rolar. Depois que o jogo enfim pôde ter início, o Villa Nova partiu para cima com tudo e finalizou com perigo nos dois primeiros minutos. Em jogada de ponta, Fábio Júnior foi à linha de fundo e cruzou para Mancini, que desviou de cabeça, mas a bola saiu por cima do gol. Na sequência, Thiago Silvy arriscou da entrada da área assustando o goleiro Fábio. O Cruzeiro, por sua vez, não demorou para responder. Aos cinco minutos, Fabiano cruzou e Rafael Silva cabeceou na trave. Jogando na velocidade pelo lado direito, o Leão chegou novamente. Marielson avançou rapidamente nas costas de Miño, invadiu a área e bateu rasteiro. Fábio se esticou todo para espalmar. De novo, a Raposa respondeu. Em chute de fora da área, Alisson quase acertou o canto, mas Thiago Leal caiu bem para espalmar. O time celeste teve mais uma oportunidade com Alisson. O atacante apareceu livre na área e chutou cruzado, levando perigo para o Villa.

Jogo esquenta e os gols saem

Assim como no primeiro tempo, o Villa começou a etapa final com tudo. A diferença foi que o time conseguiu abrir o placar rapidamente. Mancini colocou na cabeça de Fábio Júnior, que subiu tranquilo para testar no cantinho. Após o gol, o Cruzeiro iniciou rapidamente uma pressão em busca do empate. Após boa jogada de Alisson, o uruguaio Arrascaeta mandou para fora. A Raposa igualou o placar aos 23 minutos. Depois de acertar a trave em uma bela cabeçada, Manoel pegou o rebote e, sem ângulo, chutou. A bola bateu no jogador do Villa e entrou. Mas a reação celeste durou pouco. Cinco minutos depois, o Villa Nova marcou o segundo em uma jogada de veteranos. Mancini tabelou com Fábio Júnior, que ajeitou na medida para o meia chegar batendo forte, de fora da área, sem chances para o goleiro Fábio. O duelo ficou eletrizante. Assim como o Cruzeiro mal pôde comemorar o empate, o Villa nem teve tempo para celebrar a vantagem no placar. Dois minutos depois do gol do Leão, o time celeste chegou à igualdade novamente. Fabiano cruzou na medida para Rafael Silva, que subiu livre e testou firme para as redes. O jogo ficou tenso nos minutos finais. O Cruzeiro se mandou pra cima em busca da virada e conseguiu aos 45 minutos. Alisson cruzou no segundo pau, Henrique escorou de cabeça para o meio da área e Bruno Rodrigo, meio sem jeito, finalizou para o fundo do gol, levando à loucura a torcida celeste no Mineirão. Nos acréscimos, o meia Mancini foi expulso depois de discutir com o preparador de goleiros do Cruzeiro, Robertinho, que também levou o cartão vermelho.

Cruzeiro 3 x 2 Villa Nova

Cruzeiro: Fábio; Fabiano, Manoel, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Romero (Élber), Marciel e Henrique; Alisson, Arrascaeta (Pisano) e Rafael Silva (Douglas Coutinho). Técnico Deivid

Villa Nova: Thiago Leal; Tiago Baiano (Antônio Carlos), Gabriel, Rafael Morisco e Marcelo Tchê; Luís Felipe, Marielson e Mancini; Thiago Silvy, Fábio Júnior (Roger Guerreiro) e Soares. Técnico: Wilson Gottardo

Motivo: 8ª rodada do Campeonato Mineiro

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data e horário: 20 de março 2016, domingo, às16h

Gols: Fábio Júnior (1min/2ºT), Manoel (23min/2ºT), Mancini (28min/2ºT), Rafael Silva (30min/2ºT), Bruno Rodrigo (45min/2ºT)

Cartão Amarelo: Rafael Silva, Arrascaeta, Élber, Marciel (Cruzeiro); Tiago Baiano, Thiago Silvy, Soares, Mancini (Villa Nova)

Cartão Vermelho: Mancini (Villa Nova)

Árbitro: Wanderson Alves de Souza

Assistentes: Marconi Helbert Vieira e Leandro Salvador da Silva

Público: 11.477 torcedores

Renda: R$ 304.594,00