Destaque »

Sete pessoas são vacinadas contra Covid-19 em Araxá na abertura da imunização

20 de janeiro de 2021 – 20:25 |

As 749 doses da vacina contra a Covid-19, disponibilizadas para o município de Araxá chegaram à cidade no início da tarde desta quarta-feira, dia 20 de janeiro de 2021. O primeiro lote de vacinas foi …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Diversos

Corpo de Bombeiros dispõe de dicas importantes de segurança em casas noturnas

Não usar sinalizadores em locais fechados e verificar se a casa noturna tem saídas de emergências são algumas das dicas repassadas pelo Corpo de Bombeiros em reportagem ao Jornal Interação.

Quando você vai para alguma casa noturna, não é somente a qualidade da atração que deve ser avaliada pelo usuário. O Corpo de Bombeiros alerta que as condições da casa noturna, de receber uma grande quantidade de espectadores, também precisa ser olhada com muita atenção por parte de quem vai se divertir. Esta semana, o Corpo de Bombeiros começou a fazer vistoria nas casas noturnas de Araxá. Dicas importantes como verificar onde fica a saída de emergência podem salvar vidas e evitar tragédias como a de Santa Maria, RS, no domingo, 27, que vitimou mais de 200 pessoas na Boate Kiss.

O Sgt. José Mario Aparecido Nogueira colocou que o Corpo de Bombeiros faz vistoria nas seis casas noturnas de Araxá e explicou a importância de o estabelecimento oferecer boas condições para realização de grandes eventos. “Para regularização do estabelecimento, o Corpo de Bombeiros elabora um processo de segurança contra incêndio. Nesse processo, são inseridas todas as medidas de segurança contra incêndio como a colocação de hidrantes, extintores, sinalização de emergência, saída de emergência, iluminação de emergência, que são as básicas”, disse.

José Mario relatou que, feito esse projeto, o responsável pelo estabelecimento tem que cumprir todas as normas regidas no documento do Corpo de Bombeiros. “Somente após a execução, ele solicitará a vistoria de liberação. O Corpo de Bombeiros comparecerá no local e vai realizar vistoria, de acordo com o projeto aprovado, conferindo todas as medidas de segurança no local”.

Entre as medidas de segurança contidas no projeto, José Mario contou da preocupação do Corpo de Bombeiros em verificar se o local está adequado à capacidade de público que irá receber em eventos. “No projeto de prevenção contra incêndio, quando ele é elaborado, já é feito um cálculo proporcional, de acordo com a área de edificação e com a saída de emergência que ela possui. O local tem uma placa de identificação especificando a população máxima que pode ter na casa noturna. É responsabilidade do proprietário manter essa capacidade proporcional, e, nas nossas fiscalizações, é verificado se está sendo cumprido ou não”, esclareceu.

Segundo ele, o auto de vistoria do Corpo de Bombeiros para a edificação de uso coletivo para recepção de público tem validade de três anos. “A gente sempre traz uma preocupação e bate nessa tecla de segurança. Eu creio que, com essa tragédia, a gente possa encaminhar para uma legislação nacional que facilitaria muito essa questão de incêndio e pânico, mas na nossa região está tranquilo”.

O sgt Nogueira completou dizendo que as casas noturnas de Araxá oferecem segurança ao seu público e estão devidamente regularizadas, com seus alvarás em dia.

Confira algumas dicas de segurança para o frequentador de casa noturna:

– Quando chegar a uma casa noturna, verificar a questão populacional. Se estiver muito lotado, não entre;

– Ao entrar em uma casa noturna, verificar onde se localizam os extintores e as placas de sinalização de emergência;

– Verificar para qual direção as placas de sinalização de emergência estão apontando as saídas;

– Verificar a localização das portas de saída, em que é obrigatório ter barras de pânico. A todo momento que a pessoa necessitar sair de forma urgente, somente é necessário tocar a barra que a porta será aberta;

– Não utilizar sinalizadores em locais fechados

Se o usuário perceber que o estabelecimento está irregular, pode ligar para o Corpo de Bombeiros, pelo 193.