Destaque »

5° Fase da Operação Malebolge cumpre 40 mandados de busca e prende uma pessoa em Araxá

23 de outubro de 2020 – 14:58 |

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou, hoje (23), a 5ª fase da operação Malebolge. Os policiais civis lotados na Ciretran de Araxá cumpriram 40 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home »

Um belo dia…

Um belo dia, meu telefone tocou e escutei : “vamos pra Polônia no fim do ano?”.

“Polônia? Quê? Como assim? Ainda mais no frio… Não sei , hein?” Outro pensamento que passava pela minha cabeça: “ o que vou fazer na Polônia?”.

Na verdade, acho que era meio que um senso comum de que não tem nada para se fazer lá, afinal, além de me perguntar, eu também ouvi essa pergunta muitas vezes. Comecei a ler e percebi que é um país muito rico em história, muito sofrido pelas guerras e pelo comunismo. Então, resolvi ir, e, na preparação para a viagem, assisti a filmes e documentários (“Lista de Schindler”, o “Menino do Pijama Listrado”, “La 2ª Guerra Mundial – a todo color”). Aí você pode pensar, “nossa, que tenso! Não quero ir a um lugar desse, deve ter muita energia pesada”. Sim, com certeza os campos de concentração e os lugares dedicados à memória daqueles que perderam suas vidas pela loucura de uma ideologia nefasta, são bem carregados! Mas, como é surreal olhar a história contada onde aconteceu… Já imaginou conhecer o local onde Oskar Schindler empregou centenas de judeus, os salvando dos trabalhos degradantes? Realmente, foi um dos pontos que conheci que mais me impressionou; não contava apenas o que foi a Fábrica e sim a história como um todo. Uma verdadeira aula! Agora, sobre os campos de Auschwitz e Birkenau… Olha, só para dizer um pouco, porque acho que realmente não é algo para se ler, mas para vivenciar, vimos, por exemplo, restos de cabelos e óculos das pessoas que se desintegravam nas câmeras de gás. Pesado… E tinha muito além. Mas, nem vou descrever muito, porque sei que precisa de estômago para isso e nem todo mundo tem… Vou já passar para o que a Polônia tem de diferente de tudo isso que já contei …

Varsóvia é linda e tem casas coloridas e charmosas! A decoração de Natal, então…Dava um tom mágico! O Museu do polonês Chopin agrada aos amantes da música! Cracóvia, além de ser histórica, tem charretes, praças , igrejas , a lenda do Dragão que destruía todos e foi derrotado por um sapateiro… Tem a mina de sal com mais de 800 túneis e que é Patrimônio Mundial da Unesco! Andamos muito lá dentro e é uma maravilha! E, sim, experimentei o sal lambendo as paredes!Como resistir, né ?Cracóvia tem, ainda, pubs e bares de todo o tipo, para todos os gostos e bolsos! Tem animação, tem vodka( ahh, a de nutella…), tem alegria! Vou destacar dois bares que mais gostei: da Singer, que é mais um restaurante e é super aconchegante… A decoração é retrô e as mesas são feitas com máquinas de costura singer. Um encanto! Agora, um lugar super animado, é o Bar Alchemia. Quando fomos, tinha uma banda bastante animada, que

lembrava os Mamonas Assassinas! Só gente bonita e muita ferveção! O reveillon também foi um ponto alto na animação! Fechamos com a KrawlThroughKrakow Pub Crawl um ingresso que dava direito a entrar em três pubs, beber e comer durante 2 horas a vontade e ouvir boa música! Quem for, procure essa empresa, porque sempre organizam festas nesse esquema.

Para finalizar a coluna, não posso deixar de contar que, no início da viagem , fizemos uma parada breve em Istambul, com tempo suficiente para visitar os principais pontos turísticos: Grand Bazar, Mesquita, Santa Sofia e Cisterna. Eu já conhecia e foi muito bom retornar a um país totalmente diferente, exótico , colorido, cheio de lindos artesanatos e islâmico … Um choque cultural delicioso! Imagina entrar numa mesquita e ter a ala separada de homens e a das mulheres (que é bem menor) e , para eles, ser normal?

Ahhhh, acabei nem falando do frio, né ? É porque ele realmente não atrapalhou! É só usar as roupas adequadas ( três camadas, sendo uma térmica , uma de lã e um super casaco) e tampar as extremidades com luvas, gorros e meias, só mudando o visual com cachecóis diferentes. Vou te confessar que preferia o frio do que alguns ambientes com calefação…

Bom, é isso! Espero que tenham gostado e passem a considerar a Polônia como um destino a ser visitado… E, claro, não deixem a Turquia de lado!