Destaque »

Fiscais da Vigilância Sanitária de 8 cidades participam de oficinas em Araxá

21 de maio de 2019 – 16:42 |

Os profissionais que trabalham com fiscalização no setor de Vigilância Sanitária na Microrregião do Planalto de Araxá se reuniram no último final dee smeana.  Nos encontros as equipes participaram de oficinas onde …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Diversos

Em entrevista coletiva, Copasa diz que impacto máximo na conta de água e esgoto vai ser de 26%

Nesta quarta-feira, 24 de outubro, a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) promoveu coletiva de imprensa para apresentar um balanço atualizado de suas atividades na cidade. A entrevista foi concedida pelo Diretor de Operação Sudoeste, Paulo Fernando Rodrigues Lopes; e pelo Chefe do Departamento Operacional Oeste, Faissal Emílio Dabien Haddad.

Durante a entrevista coletiva, o chefe do Departamento Operacional Oeste da Copasa, Faissal Haddad, o impacto máximo na conta de água e de esgoto vai ser de 26%. “É bom esclarecer que não é um aumento da tarifa, e sim um ajuste na cobrança com a entrada do serviço da Estação Central de Tratamento de Esgoto, isso está previso pela nossa agência reguladora (Arsae-MG)”, disse Faissal.

Faissal exemplificou esse ajuste na cobrança como um cidadão que paga R$ 100 no valor da água, acaba pagando R$ 150 no total da conta considerando o esgoto não tratado. Com o esgoto tratado, este valor passa para R$ 190, significando um aumento de 26%, mas o preço varia de acordo com o consumo de cada pessoa.

O diretor de Operação Sudoeste, Paulo Fernando Lopes, lembrou que a ETE Central, inaugurada em junho deste ano, é a maior e mais importante entre as quatro ETEs que compõem um completo sistema de coleta e tratamento de esgoto em Araxá. Com um investimento de R$ 30 milhões, a Estação faz parte de um programa que assegurou mais de R$ 82 milhões em obras de saneamento básico para a cidade.

Ao todo, foram implantados mais de 37 quilômetros de redes coletoras, interceptoras e emissários de esgoto, e construídas quatro Estações de Tratamento que, juntas, têm capacidade para tratar todo o esgoto coletado em Araxá.

Com capacidade para tratar mais de 21 milhões de litros de esgoto por dia, a ETE Central recebe cerca de 90% de todo esgoto coletado na cidade. O processo de tratamento inicia-se por uma fase preliminar, onde é feita a separação de materiais grosseiros: garrafas pet, metais e outros. Em seguidapassa pela chamada “grade fina”, que retém a areia e outros materiais menores.

Na fase seguinte, passa pelos reatores anaeróbios de fluxo ascendentes, onde ocorre a separação do lodo. Em seguida passa pelosfiltros anaeróbios, chegando à etapa final do tratamento de esgoto, onde ocorre o processo de decantação, que deixa o efluenteem condições para ser lançado ao rio praticamente limpo.

Além de conforto e saúde, os investimentos realizados pela Copasa na cidade possibilitarão, em pouco tempo, a revitalização das águas dos córregos do Sal e Retiro, deixando Araxá em melhores condições para atrair novos investimentos, mais emprego e desenvolvimento.