Destaque »

Francelino Cardoso Júnior: Levando a vida contando boas histórias

21 de setembro de 2018 – 16:59 |

No final da semana que passou ( sexta-feira, dia 14 de setembro),  os pequenos alunos da Escola Municipal Alice Moura de Araxá, foram presenteadas com a visita do …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Diversos

Em entrevista coletiva, Copasa diz que impacto máximo na conta de água e esgoto vai ser de 26%

Nesta quarta-feira, 24 de outubro, a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) promoveu coletiva de imprensa para apresentar um balanço atualizado de suas atividades na cidade. A entrevista foi concedida pelo Diretor de Operação Sudoeste, Paulo Fernando Rodrigues Lopes; e pelo Chefe do Departamento Operacional Oeste, Faissal Emílio Dabien Haddad.

Durante a entrevista coletiva, o chefe do Departamento Operacional Oeste da Copasa, Faissal Haddad, o impacto máximo na conta de água e de esgoto vai ser de 26%. “É bom esclarecer que não é um aumento da tarifa, e sim um ajuste na cobrança com a entrada do serviço da Estação Central de Tratamento de Esgoto, isso está previso pela nossa agência reguladora (Arsae-MG)”, disse Faissal.

Faissal exemplificou esse ajuste na cobrança como um cidadão que paga R$ 100 no valor da água, acaba pagando R$ 150 no total da conta considerando o esgoto não tratado. Com o esgoto tratado, este valor passa para R$ 190, significando um aumento de 26%, mas o preço varia de acordo com o consumo de cada pessoa.

O diretor de Operação Sudoeste, Paulo Fernando Lopes, lembrou que a ETE Central, inaugurada em junho deste ano, é a maior e mais importante entre as quatro ETEs que compõem um completo sistema de coleta e tratamento de esgoto em Araxá. Com um investimento de R$ 30 milhões, a Estação faz parte de um programa que assegurou mais de R$ 82 milhões em obras de saneamento básico para a cidade.

Ao todo, foram implantados mais de 37 quilômetros de redes coletoras, interceptoras e emissários de esgoto, e construídas quatro Estações de Tratamento que, juntas, têm capacidade para tratar todo o esgoto coletado em Araxá.

Com capacidade para tratar mais de 21 milhões de litros de esgoto por dia, a ETE Central recebe cerca de 90% de todo esgoto coletado na cidade. O processo de tratamento inicia-se por uma fase preliminar, onde é feita a separação de materiais grosseiros: garrafas pet, metais e outros. Em seguidapassa pela chamada “grade fina”, que retém a areia e outros materiais menores.

Na fase seguinte, passa pelos reatores anaeróbios de fluxo ascendentes, onde ocorre a separação do lodo. Em seguida passa pelosfiltros anaeróbios, chegando à etapa final do tratamento de esgoto, onde ocorre o processo de decantação, que deixa o efluenteem condições para ser lançado ao rio praticamente limpo.

Além de conforto e saúde, os investimentos realizados pela Copasa na cidade possibilitarão, em pouco tempo, a revitalização das águas dos córregos do Sal e Retiro, deixando Araxá em melhores condições para atrair novos investimentos, mais emprego e desenvolvimento.