Destaque »

Volta do trem de passageiros inclui trajeto entre Araxá, Ibiá e Uberaba

3 de abril de 2020 – 20:27 |

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) realizou,  1º Workshop do Plano Estratégico Ferroviário de Minas Gerais (PEF), para apresentar o levantamento e análise preliminar dos principais projetos que serão priorizados …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » Esporte

GEF vence novamente na 2ª fase e se classifica para as semifinais do Amadorão

Alviverde foi a única equipe a conquistar a classificação antecipada, em jogo equilibrado com Guarani, no campo do bairro Santa Terezinha.

Em partida realizada neste domingo, 30, pela segunda rodada da segunda fase do Amadorão, GEF venceu Guarani por 3 a 2, no campo do bairro Santa Terezinha. Nesta partida, o atacante Arthur decidiu, mais uma vez, para o GEF, em cobrança de falta, definindo o placar a favor do alviverde. Além deste jogo da chave B, Inter e Vila Nova empataram em 0 a 0 e brigam pela outra vaga na última rodada da segunda fase. Guarani não pontuou e está matematicamente fora das semifinais.

GEF foi mais presente no campo de ataque e, aos oito minutos, teve duas chances seguidas de marcar. Na cobrança de escanteio de Bruno César pela esquerda, Arthur desviou sozinho dentro da área e acertou o travessão. Logo após, Bruno César bateu falta colocada, buscando o ângulo direito do goleiro Xaneco, e a bola passou perto da trave.

Guarani também teve seu lance de perigo na primeira etapa. Aos 39 minutos, Alex tentou chute forte para o gol, e Robert fez a defesa. No rebote, o próprio atacante tirou do goleiro do GEF e bateu para Timinho salvar em cima da linha.

Na marca dos 43 minutos, GEF foi mais eficiente e saiu para os vestiários com 1 a 0. Bruno César fez cobrança de escanteio fechada, Amaral tentou o desvio, mas a bola desviou em Alex e entrou. O árbitro Darlan Arnaldo confirmou gol para Bruno César, pois, no entendimento do juiz, o jogador do GEF deu primeiramente o toque no lance.

No segundo tempo, Guarani pressionou GEF em busca da virada e, em menos de 15 minutos, alcançou seu objetivo. Darlan assinalou pênalti de Amaral, que deu um carrinho dentro da área e recebeu cartão amarelo. Na cobrança, Ezequiel bateu no canto e deixou tudo igual. Aos 12 minutos, no escanteio batido pela esquerda, o zagueiro Joãozinho subiu para cabecear e virar o jogo em 2 a 1.

A festa da torcida do Guarani pelo ‘vira-vira’ durou apenas quatro minutos. Fernando Henrique chutou forte pela meia direita e empatou o jogo. Como o resultado de 2 a 2 não interessava ao Guarani, os mandantes partiram para cima e quase marcaram o terceiro gol, com Ezequiel, que chutou à direita do gol.

GEF respondeu aos 38 minutos, em jogada feita pela direita, e que culminou no cruzamento para o meio da área. A bola passou por toda a defesa e chegou até Malaia, que mandou por cima do travessão, desperdiçando a chance.

Só que aos 43 minutos, a estrela do artilheiro do campeonato brilha novamente. Falta para o GEF na entrada da área, e Arthur a bateu muito bem no canto, decretando a vitória de 3 a 2 para o alviverde e marcando seu 26° gol no Amadorão.

Nas duas outras partidas do grupo C, tudo está indefinido. Ipiranga voltou a ser derrotado no campeonato, desta vez, para o Dínamo, por 2 a 0, com gols de Anderson e Victor. Mesmo com essa derrota, Ipiranga ainda chega com chances de classificação para as semifinais do Amadorão, com a vitória do Tigrão, de 1 a 0, para cima do Grei, com gol de Cafu. Tigrão chega com 3 pontos e iguala em pontuação com Grei.

Em decisiva rodada, que será realizada somente no dia 14, por causa das eleições municipais neste domingo, 7, Grei, Tigrão, Ipiranga e Dínamo permanecem com chances de classificação para as semifinais.

Artilharia

Arthur, do GEF, com 26 gols é o artilheiro, seguido por Fabrício Caceba, do Grei, 12 gols, Bruno César, do GEF, com essa mesma quantidade de gols que o Caceba, Paulo Henrique, do CIT, com 11 gols, e Bebeto, do Grei, com 10 gols, aparecem no topo da lista.

Ficha técnica:

Guarani: Xaneco; Júnior, Joãozinho, Catiano e Eduardinho; Carlinhos (André), Alexandre, Ezequiel (João Paulo) e Robinho; Preto (Tiãozinho) e Alex. Treinador: Clebinho.

GEF: Robert; Renê (Rafael Bundinha), Douglas, Dudu e Amaral; Timinho, Bruno César (Erê), Fernando Henrique e Malaia; Arthur e Belchiorzinho. Treinador: Cláudio Macedo.

Gol no primeiro tempo: Bruno César, aos 43 minutos.

Gols no segundo tempo: Ezequiel, aos 5 minutos, Joãozinho, aos 12 minutos, Fernando Henrique, aos 16 minutos e Arthur, aos 43 minutos.

Cartões amarelos: Carlinhos, Preto e Alex (Guarani) / Dudu e Amaral (GEF)

Cartão vermelho: Júnior (Guarani)

Árbitro: Darlan Arnaldo

Assistentes: Ronaldo Vicente e Romeu Sebastião

Mesária: Tatiana do Carmo