Destaque »

Comandante da Capitania Fluvial de Minas Gerais visita Araxá

20 de fevereiro de 2020 – 19:24 |

A Capitania Fluvial de Minas Gerais, com sede em Belo Horizonte desde dezembro de 2018, está ampliando sua área de atuação e deve instalar unidades no Triângulo Mineiro e região do Rio Paranaíba. No …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Saúde

Janeiro Branco: por uma cultura da Saúde Mental

Criada em 2014, em Minas Gerais, a campanha conta com a participação de diversos profissionais que colaboram participando de palestras, debates e vídeos informativos sobre a importância do Janeiro Branco. A conscientização já tem grande público em São Paulo, mais de 30 cidades de Minas Gerais e países como os Estados Unidos, Japão e Portugal. A psicóloga Gabriela Bandeira esclareceu algumas dúvidas e explicou um pouco mais sobre o projeto. Confira:

– O que é o Janeiro Branco?

“É uma campanha criada e promovida por psicólogos com o propósito de convidar a população a discutir a importância do cuidado com a saúde mental em busca de mais felicidade e qualidade de vida. O mês de janeiro foi escolhido, pois representa, simbólica e culturalmente, um mês de renovação de esperanças e projetos na vida das pessoas. Muitas vezes, ao fim de cada ano, fazemos avaliações de como foi o ano que passou e de como queremos que o próximo seja, e a campanha propõe o debate e o planejamento de ações em prol de sua saúde mental. Com a campanha pretende-se difundir um conceito ampliado de saúde mental e saúde emocional, como um estado de equilíbrio.”

– Qual a importância da conscientização?

“A conscientização se faz imprescindível uma vez que os cuidados com a saúde mental ainda são alvo de preconceito. Atualmente, vivemos em um período em que hipervalorizamos as aparências. Buscamos aparentar que estamos sempre bem, e buscar ajuda profissional poderia ser um sinal de fraqueza. Além disso, o pouco conhecimento sobre o que é e para que serve a psicologia, apenas aumenta este preconceito. Cuidar da saúde mental é autoconhecimento, é evitar doenças e criar estratégias de como lidar com as diversas situações da vida.”

– Quando devemos começar a nos preocupar e a cuidar da nossa saúde mental?

“O que levará cada pessoa a buscar ajuda profissional é muito particular, já que cada pessoa vive e interpreta experiências de modo particular. Porém, o principal sinal de alerta é quando percebemos que, por algum motivo não estamos nos sentindo bem. Muitas vezes somos consumidos por estresse, tristeza, dificuldade nas relações, desânimo; e a terapia pode ajudar a nos sentir melhor e a descobrir como lidar com tais dificuldades. A terapia apenas nos enriquece como pessoa. Nos ajuda a lidar melhor com os outros, com o mundo e principalmente com nós mesmos. Aprendemos a superar nossas dificuldades, e principalmente, a identificar e aprender a lidar com nossas emoções.”