Destaque »

Mosaic abre inscrições para a 2ª edição do Edital da Água

28 de Maio de 2020 – 18:47 |

A Mosaic Fertilizantes, uma das maiores produtoras globais de fosfatados e potássio combinados, abriu as inscrições no sábado (23.05) para a segunda edição do seu edital, cujo objetivo é valorizar e incentivar projetos que visam …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Saúde

Período de férias e viagens acende alerta para vacinação contra o sarampo

Ministério da Saúde realiza Dia D da segunda fase da Campanha de Vacinação contra o Sarampo será neste sábado (30).

O período de férias pede atenção especial em relação ao sarampo. Locais com aglomerações e o aumento no fluxo de pessoas para viagens e passeios aumentam os riscos de contágio para aquelas que ainda não estão imunizadas adequadamente contra a doença altamente transmissível. Para se proteger é fundamental estar com a vacinação em dia, especialmente quem vai se deslocar para outros municípios e regiões dentro e fora de Minas Gerais onde há a circulação do vírus, incluindo os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, a região Nordeste e também o exterior. A transmissão do sarampo acontece diretamente de pessoa para pessoa, através de gotículas do nariz, boca ou garganta. Entre os principais sintomas estão febre, manchas avermelhadas pelo corpo, tosse, coriza, conjuntivite, fotofobia e pequenas manchas brancas dentro da boca. A doença pode evoluir para formas mais graves, incluindo encefalite, pneumonia e morte, principalmente em crianças desnutridas e menores de 1 ano de idade. Conforme explica o coordenador de doenças e agravos transmissíveis da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Gilmar Coelho, a melhor forma de evitar surtos e a transmissão do sarampo é manter a população protegida por meio da vacinação, especialmente nos períodos de festividades e viagens. “Estão suscetíveis à doença todas as pessoas que não foram imunizadas, independente da idade. Portanto, todos aqueles que pretendem viajar e que não possuem todas as doses necessárias devem receber a tríplice viral quinze dias antes da viagem, para sua completa proteção e de seus familiares”, afirma. O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza a vacina tríplice viral como principal forma de prevenção contra o sarampo. Todas as crianças devem receber a chamada “dose zero” aos seis de meses de vida, a primeira aos doze meses e a segunda aos quinze meses. Adolescentes e adultos até 29 anos devem estar imunizados com duas doses, já para a população de 30 a 49 anos uma única dose é necessária. Para se vacinar, basta se dirigir a uma Unidade Básica de Saúde (UBS) com o cartão de vacinação e um documento. Aqueles que por algum motivo não possuem o cartão também devem procurar a unidade mais próxima, onde a situação vacinal será avaliada e a atualização feita conforme recomendações do calendário básico de vacinação.