Destaque »

Conheça três das grandes atrações musicais deste fim de semana no FestNatal Araxá

13 de dezembro de 2019 – 16:57 |

Caio Mesquita, Igor Prado e Raphael Wressnig são reconhecidos mundialmente pelo talento e qualidade dos espetáculos
O FestNatal Araxá abre neste fim de semana no Expominas uma série de apresentações musicais que promete encantar …

Leia mais »
Esporte
Cultura
Turismo
Meio Ambiente
Responsabilidade social
Home » +, Notícias

Governo Zema atrai mais de R$ 24 bilhões de investimentos em dez meses de gestão

O ano de 2019 ainda não terminou e a Secretaria de estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), por meio da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi), já atraiu R$ 24,2 bilhões de investimentos. O número expressivo é resultado das estratégias traçadas para a retomada da confiança do mercado no estado, conforme solicitado pelo governador Romeu Zema. Para se ter uma ideia da relevância do valor, a soma dos investimentos dos últimos quatro anos é de R$ 28,2 bilhões. O montante corresponde aos novos projetos e ações de expansão de empreendimentos já instalados no estado, nos mais diversos setores da economia, com destaque para mineração e energia. Ao todo, 44 protocolos foram assinados nos primeiros dez meses de gestão, incluindo também os setores de siderurgia, bebidas e fumos, sucroenergético, automotivo e autopeças, metalurgia, lácteos e café, comércio, aeronáutico, fármacos, alimentos, embalagens, software e tecnologia da informação, móveis e artefatos de madeira, elétrico e eletrônicos. Ao mapear os instrumentos de intenção assinados neste ano, percebe-se uma distribuição em todas as regiões de Minas Gerais. Todos esses números significam que as ações do atual governo, como os esforços para ajustar as contas públicas e para desburocratizar os processos, já atraem olhares de grandes companhias.  Um exemplo foi a chegada em Minas Gerais da primeira unidade fabril no Hemisfério Sul da Boston Scientific, empresa norte-americana de soluções médicas. A instalação da fábrica, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, criou 600 empregos no estado e teve investimentos próprios de US$ 32 milhões.